Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Outubro 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Torres Novas | Jazz, piano, fado, teatro e ballet russo na temporada de outono do Virgínia

Avishai Cohen, Gisela João, Rui Massena e o Russian Classical Ballet são os cabeças de cartaz do programa trimestral do Teatro Virgínia, em Torres Novas, para os meses de outubro, novembro e dezembro.

- Publicidade -

A temporada abre com uma peça de teatro para crianças A Quinta dos Animais”, de Tónan Quito, a partir da obra de George Orwell. Trata-se de um texto político e satírico, mas também uma fábula sobre o modo como nos relacionamos com o outro. A sessão terá lugar no dia 2 de outubro, às 11h00. Na véspera há uma sessão para escolas.

A 9 outubro, Rui Massena aborda o seu reportório de forma intimista, através de uma seleção pessoal de temas dos seus quatro discos editados, abrindo também a porta à apresentação de novas canções. O espetáculo, inserido na programação Caminhos da Pedra, da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, tem entrada gratuita mediante levantamento prévio de bilhete.

- Publicidade -

Uma semana mais tarde, desta feita no âmbito da programação cultural em rede VOLver, entra em cena a peça de teatro Prestes a Acontecer, um texto de António Prestes com encenação de Eduardo Dias, também com entrada gratuita.

A 23 outubro é a vez de “Nos Tempos de Gungunhana”, de Klemente Tsamba, uma peça baseada na tradição oral dos contadores de histórias africanos, onde um único elemento se desdobra em vários personagens e com a cumplicidade do público, retrata alguns dos episódios mágicos paralelos à vida do célebre rei tribal moçambicano Gungunhana.

Para celebrar o 65.º aniversário da inauguração do atual edifício do Teatro Virgínia, André Henriques (da banda Linda Martini) traz “Cajarana”, o seu primeiro disco a solo, lançado em 2020 num concerto de entrada gratuita no dia 27. A terminar o mês, o performer e coreógrafo Henrique Furtado Vieira traz “Diálogos”, no dia 30.

Novembro inicia com a peça “Damas da noite”, uma farsa em que Elmano Sancho evoca a conflituosa reviravolta de expectativas em torno do seu nascimento, no dia 5. No dia seguinte, a fadista Ana Dória faz uma viagem pelo fado mais tradicional até aos nossos dias em “Transição”.

A 12 de novembro, o Teatro Maior de Idade estreia a peça “Depara”, a partir das cartas do pintor Carlos Reis, grande parte delas para o seu filho, João Reis. “Arvoles”, o mais recente trabalho de Avishai Cohen, será o ponto de partida para um concerto com uma nova formação, no dia 14 de novembro, domingo, a partir das 17h30.

No dia 20, o Teatro Virgínia recebe “Airbnb & Nuvens”: uma rádio novela com encenação de Manuel Tur, que aborda uma reflexão sobre o processo de comunicação, expondo em palco a mecânica do teatro radiofónico, os seus artifícios, recursos e métodos.

A 4 de dezembro, sobe ao palco uma versão da peça Romeu e Julieta, marcada por uma velocidade vertiginosa e invisível, a de uma era digital, numa versão de John Romão a partir do texto de William Shakespeare.

Gisela João apresenta ao público torrejano o seu terceiro álbum “AuRora”  o seu registo mais pessoal e intimista, no dia 11 de dezembro. Foto: DR

No dia 7, terça-feira, véspera de feriado, atua o Trio Piazzolla Lisboa, considerado o mais influente agrupamento de música de Piazzolla em Portugal.

Gisela João apresenta ao público torrejano o seu terceiro álbum “AuRora”  o seu registo mais pessoal e intimista, onde pela primeira vez revela os seus dotes de letrista e compositora, no dia 11 de dezembro.

A temporada termina a 18 de dezembro com o bailado “O Quebra-Nozes”, pela Russian Classical Ballet, prestigiada companhia de Moscovo dirigida pela famosa bailarina Evgeniya Bespalova

No âmbito do Lab Criativo, destaque para diversas oficinas, leituras encenadas, ensaios comentados e o início de um novo ciclo para o Atelier Teatral dos Miúdos e Grupo de Teatro Juvenil do Virgínia.

Os bilhetes estarão à venda a partir de hoje, 21 de setembro, às 15h00, na bilheteira local (segunda a sexta das 15h00 às 18h30), nos pontos aderentes Fnac e Worten e online em www.bol.pt

 

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome