Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Outubro 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Torres Novas | GoFigo promove seminário final sobre “O Figueiral do Futuro”

O projeto GoFigoProdução promove esta sexta-feira, 1 de outubro, o seu seminário final, sob o tema “O Figueiral do Futuro”.  Esta foi uma iniciativa financiada por fundos europeus, com um período de quatro anos, que visou recuperar os figueirais torrejanos e unir os produtores de figo locais. O programa do seminário tem prevista a presença da Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes.

- Publicidade -

Com financiamento do Programa de Desenvolvimento Rural 2014 – 2020, o projeto GoFigo foi constituído inicialmente por seis parceiros, nomeadamente a DoceTerra, Casal dos Cardos Sociedade Agrícola, Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional, Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV), Instituto Superior de Agronomia e Associação Qualifica/oriGIn Portugal.

Em 2018, aquando um dos seus primeiros eventos, a ideia passava por alcançar um número muito maior de parcerias, no intuito final de se criarem as condições para fazer renascer uma organização de produtores de figo torrejano, entrando no mercado a preços rentáveis para os agricultores.

- Publicidade -

O seu seminário final decorre esta sexta-feira, ao longo de todo o dia, na Biblioteca de Torres Novas. A sessão de abertura, pelas 09h00, conta com a presença do presidente de Torres Novas, Pedro Ferreira, do diretor regional de Agricultura de Vale do Tejo, José Lacerda, da coordenadora do GoFigoProdução, Michele Rosa, e da Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes (por confirmar).

Michele Rosa é a porta-voz da GoFigo que quer ver renascer a aposta nos figueirais Foto: mediotejo.net

Durante a manhã a GoFigoProdução vai apresentar os resultados do seu projeto, iniciando com uma palestra de Cristina Oliveira e Catarina Lourenço (ISA-ULisboa) sobre a importância da nutrição e estratégia de fertilização do figueiral. Já Rui de Sousa e João Vieira (INIAV -ENFVN) vão falar sobre os resultados de produção e qualidade dos ensaios de fertilização, poda, manutenção do solo, pragas e doenças. Claudia Sánchez (INIAV-ENFVN) vai fazer uma caracterização qualitativa e nutricional do figo fresco.

Michele Rosa vai apresentar uma avaliação económica comparativa de práticas culturais racionais e tradicionais e Ana Soeiro (QUALIFICA) do processo de qualificação de Torres Novas para figo. Por fim, Ana Calapez (GoFigo) discute sobre os produtos identitários e a valorização territorial.

Da parte da tarde intervém Margarita López Corrales (Centro de Investigaciones Científicas y Tecnológicas de Extremadura), que vai falar sobre a sua investigação em figueiras. Pelas 14h30 decorre uma mesa redonda onde serão discutidas perspetivas comerciais da cultura do figo de Torres Novas, com moderação de Carmo Martins (COTHN-CC).

A concluir, pelas 16h00, decorre uma visita técnica à empresa transformadora de frutos secos e passados – FRUSEL – Frutos Selecionados.

Devido à realização da iniciativa «Mercado de Frutos Secos», na Praça dos Claras, e do programa da TVI «Somos Portugal», na Praça 5 de Outubro, a Câmara deu conta que será necessário proceder a alguns condicionamentos de trânsito, nomeadamente:

De 1 a 5 de outubro não é permitida a circulação na rua dos Cides;
Dia 2 e 3 de outubro não é permitido o estacionamento nem a circulação na Praça 5 de outubro, rua Gil Pais e rua General António César Vasconcelos;
Dia 3 de outubro não é permitida a circulação na rua 1º de dezembro.

 

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome