Torres Novas | Empresa Renova proíbe acesso à nascente do Almonda

Nascente do Almonda, por trás da fábrica antiga da Renova, na localidade de Almonda, Zibreira. foto mediotejo.net

A empresa RENOVA proibiu o acesso à nascente do Almonda, junto à fábrica da Zibreira, em Torrres Novas, devido ao facto do terreno ser sua propriedade e os banhos naquela zona representarem grande perigosidade. Em reunião de Câmara questionou-se pelos projetos de requalificação de toda a envolvente da nascente que, em si própria, é um espaço público.

PUB

O tema foi levantado pela vereadora Helena Pinto (BE), questionando o facto da GNR ter sido chamada para retirar das margens da nascente um conjunto de banhistas.

O presidente da Câmara de Torres Novas, Pedro Ferreira (PS), explicou que o caso tinha uma semana e que a RENOVA estava no seu direito, uma vez que o espaço onde as pessoas tomam banho é de sua propriedade.

PUB
apesar do gradeamento, a porta está aberta e as pessoas entram para se banharem na nascente do Almonda. FOTO de 2016: mediotejo.net

O presidente da autarquia torrejana referiu que foi inclusive confirmar a situação com o departamento de património, tendo-lhe sido confirmado que o terreno pertencia à empresa, não obstante a nascente em si seja património público.

grade de ferro alerta para perigos de mergulhar na nascente. Foto de 216: mediotejo.net

A empresa proibiu o acesso a banhos devido a perigosidade do espaço, explicou o autarca.

PUB

Entretanto, adiantou o presidente, a Renova avançou que está a preparar um projeto de requalificação da envolvente da nascente, que criará condições para a prática balnear. Há um antigo projeto do município para requalificar a zona que poderá ser envolvido nesta iniciativa, avançou.

A represa cria uma cascata. O lodo na parte superior é o grande perigo. Foto de 2016: mediotejo.net

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here