- Publicidade -

Segunda-feira, Janeiro 24, 2022
- Publicidade -

Torres Novas | Comerciantes agradecem vouchers mas gostavam de mais animação de Natal no centro histórico

*notícia retificada às 10h22 de 9 de dezembro de 2021

- Publicidade -

Entre lojas fechadas ou onde não encontramos os lojistas, na “rua da lojas”, a Alexandre Herculano, em Torres Novas, muita gente passa mas poucos parecem parar. Lojas de roupa, de acessórios, sapatarias e ourivesarias aderiram à campanha do município “Natal é no comércio local” e todos se mostram satisfeitos pela iniciativa, que permite usar vouchers de 10 e 20 euros que são suportados em 50% pelo município, mas consideram que era preciso mais para dinamizar o Natal do comércio local.

Pelo primeiro ano no centro histórico, Andreia Morgado teve bom feedback da campanha de vouchers do município Foto: mediotejo.net

Elsa Simões, da loja “Pipoca mais Chique”, reconhece que os vouchers dinamizam o comércio e que já há pessoas a circular e a ver onde aplicar os descontos, mas defende que é preciso fazer muito mais. “Está muito parado”, argumenta, sugerindo a circulação de gnomos pelas ruas ou uma casa do Pai Natal, que recebesse crianças, à imagem de iniciativas como a que fez este ano o município de Leiria. “Puxar para o centro histórico, que está cada vez mais esquecido”, refletiu.

- Publicidade -

Mais otimista, mas vivendo o seu primeiro Natal no centro histórico, Andreia Morgado, da “Lovely Toucados” constata que o feedback que tem dos outros comerciantes é que a campanha teve bons resultados no ano passado, pelo que espera que tal se repita este ano. “É uma boa iniciativa”, frisa. “Sabemos perfeitamente que as pessoas preferem ir para as grandes superfícies”, pelo que é importante trazer as pessoas de volta à rua.

ÁUDIO | Elsa Simões, comerciante

- Publicidade -

Ainda assim, a lojista reflete que se poderia investir em mais atividades, como animação de rua e mercados de Natal. “Fazer pequenas intervenções na rua diretamente com os comerciantes”, comenta, por forma a que os clientes não apenas procurassem os descontos como parassem na rua e acabassem a circular mais pelo comércio.

“Não tenho nada de bom a dizer”, comenta outra lojista, que preferiu não se identificar. “Está tudo parado, só teria mal a dizer”, refere, agradecendo a iniciativa dos vouchers mas criticando a falta de interesse na rua o resto do ano. “Os vouchers são bons sim”, afirma outra comerciante, que prefere não se alongar. “Só aderi este ano, não tenho nada a dizer”, comenta outra lojista.

Ruas têm pouca vida e isso atrai poucos clientes, constatam lojistas Foto: mediotejo.net

De loja em loja, o mediotejo.net encontrou sobretudo desânimo. Não obstante Torres Novas tenha alguns grandes eventos, esta rua sente-se esquecida e afirma pouco beneficiar das iniciativas camarárias, que acabam por ser mais destinadas a outro tipo de negociantes ou aos bares da cidade. Mesmo os eventos de Natal pré-pandemia, afirma-se, acabavam concentrados sobretudo na Praça do Peixe.

A ideia citada com mais frequência foi a de promover um mercado de Natal na rua Alexandre Herculano, permitindo uma interligação entre o comércio estabelecido e as bancas. Mais que descontos, os comerciantes gostavam que a rua tivesse vida. 

O município de Torres Novas encontra-se a promover, até 8 de janeiro, a campanha “Natal é no comércio local”, que visa apoiar um setor que, devido à pandemia provocada pela covid-19, teve quebras substanciais. Desta forma, através da emissão de cartões de 10 euros e de 20 euros, que podem ser adquiridos pelos munícipes por metade do valor, procura-se tornar o comércio local mais atrativo e apelar à sustentabilidade da economia local. No total, foram alocados a esta iniciativa 50 mil euros.

ÁUDIO | Andreia Morgado, comerciante

A campanha destina-se aos estabelecimentos do comércio local do concelho de Torres Novas, nomeadamente, os que detêm o CAE (Classificação das Atividades Económicas) de comércio a retalho (com exceção de hipermercados; estabelecimentos de bebidas ou tabacos; ou comércio a retalho de combustível para veículos a motor, em estabelecimentos especializados).

Todos os interessados podem adquirir os cartões (de 20 euros e 10 euros pelo valor de 10 euros e 5 euros respetivamente) no serviço de Taxas e Licenças do Município de Torres Novas, sita na Rua General António César de Vasconcelos Correia, de 2ª a 6ª das 8h30 às 14h30; ou nas Piscinas Municipais Fernando Cunha, de segunda a sexta das 8h30 às 20h. Em cada compra apenas poderão ser utilizados, no máximo, três cartões. Cada munícipe pode apenar adquirir cartões até ao valor máximo de 50 euros.

O município de Torres Novas procede depois ao reembolso aos comerciantes dos cartões utilizados no seu estabelecimento.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome