- Publicidade -

Torres Novas | CNTN bate 15 recordes e Paulo Vakulyuk apura-se para Kiev (c/áudio)

O Clube de Natação de Torres Novas (CNTN) alcançou no fim de semana 3 recordes distritais, 7 recordes do clube e 8 recordes pessoais e viu Paulo Vakulyuk, de 18 anos, assegurar a presença no ‘Multination Júnior’, competição que vai ter lugar em Kiev (Ucrânia)a 17 e 18 de abril.

- Publicidade -

O CNTN participou na competição “Coimbra Rumo a Tóquio” com os nadadores Paulo Vakulyuk e Margarida Nicolau, ambos nadadores com percurso de seleções nacionais, a ainda com João Gonçalves, também ele nadador do CNTN, e que competiu neste evento em representação da seleção de Angola.

Em declarações ao mediotejo.net, o treinador Pascoal Mendes disse que destaque da participação do CNTN vai para a obtenção do tempo de 55’’48 na prova de 100 mariposa do Paulo Vakulyuk, que ficou assim a escassos 0.23 centésimos de segundo do mínimo para o Campeonato de Europa de Juniores (55’’25), competição que se realiza em Roma (Itália), em meados de julho.

- Publicidade -

Segundo o técnico, “fica o amargo de boca de não ter alcançado o mínimo já neste evento, uma sensação que é amplamente superada pela satisfação de ter ficado a menos de 1% do tempo exigido, o que cumpre o critério definido para participar no Multination Júnior a ter lugar em Kiev (Ucrânia) a 17 e 18 de abril.

ÁUDIO: PASCOAL MENDES, TREINADOR DO CNTN:

Por outro lado, os nadadores Paulo Vakulyuk e Margarida Nicolau alcançaram nesta competição 3 recordes distritais, 7 recordes do clube, e 8 recordes pessoais, o que atesta a sua qualidade e o trabalho formativo num clube que tem um total de 64 atletas dos escalões de cadetes a seniores.

CNTN bateu 15 recordes e Paulo Vakulyuk apurou-se para Kiev. Foto: CNTN

Em nota de imprensa, o clube torrejano dá conta que “o Paulo Vakulyuk e a Margarida Nicolau fazem parte de um grupo de 7 nadadores do CNTN que nunca estiveram impedidos legalmente de treinar após junho 2020, no entanto, na prática, foram sujeitos a longo e infundamentados períodos de paragens, foram obrigados a horários de treino que mais ninguém queria, investiram 4 a 5 horas do seu dia para estar na água apenas 60 a 70 minutos, entre outras situações muito desfavoráveis”.

“Apesar de todas estas dificuldades”, continua, “nunca foi posto em causa o princípio fundamental do Desporto, fazer o melhor possível em cada circunstância, nunca se queixaram e aproveitaram ao máximo o que era possível fazer em cada momento, mesmo sabendo que era muito longe do ideal e até do que poderia ter sido facultado, mesmo sabendo que iam competir em situação de desigualdade perante os que não estiveram sujeitos a estas restrições. Resumindo, deram o exemplo e esperamos que seja inspirador”, conclui a nota informativa.

O CNTN conta regressar com todas as equipas já na segunda-feira, dia 5 de abril, depois de uma paragem devido à pandemia de covid-19. “Ao longo dos últimos 2 meses e meio mantivemos os treinos em casa, tivemos formações internas online e proporcionamos a manutenção do convívio (virtual claro), e fica o nosso reconhecimento público para as nossas equipas dos diversos escalões que estão ansiosas pelo regresso”.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -