Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Julho 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Torres Novas | CDS aprova duas moções, pela visita do Papa Francisco e por análises regulares ao Almonda

A bancada do CDS apresentou duas moções à assembleia municipal de Torres Novas de 28 de abril, sexta-feira. Uma relativa à visita do Papa Francisco e outra sugerindo análises regulares à água do rio Almonda. As duas foram aprovadas, obtendo a primeira a abstenção da CDU.

A primeira moção propunha que “esta Assembleia representativa da vontade popular dos Torrejanos se congratule com a vinda a Portugal, mais concretamente a Fátima, do Chefe de Estado do Vaticano, Papa Francisco, e que lhe dê as boas-vindas, votando na presente Assembleia esta moção”.

O texto argumentava que “o que se submete à votação é o facto deste Papa ter vindo a contribuir significativamente para a paz no Mundo. Da mesma forma, não somos alheios ao trabalho de fundo que o mesmo tem levado a cabo, desafiando num diálogo construtivo a abertura a um Novo Humanismo social. Também é evidente a sua preocupação com outras questões que assolam a Humanidade, nomeadamente temas como a ecologia e o ambiente, bem patentes em várias encíclicas”.

Da bancada da CDU, Ramiro Silva saudou a vinda do Papa, que vem como “peregrino”, mas referiu que esta se iria abster.

A segunda moção relacionava-se com o rio Almonda. O CDS propôs “monitorizar regularmente a qualidade da água do rio Almonda, em vários pontos do seu percurso, e afixá-la com transparência à população, em local central na cidade. Para tal, poderíamos, inicialmente, efectuar medições mensais, à qualidade da água, por laboratório devidamente certificado”.

Nesta questão, a bancada do PS sugeriu que se contactasse primeiro a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) para que fizesse as análises e as comunicasse à assembleia, para os dados serem divulgados. Só no caso desta recusar seria o município a realizar este trabalho.

Aceite a introdução desta alteração, a moção foi aprovada por unanimidade.

 

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here