Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Terça-feira, Julho 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Torres Novas: Câmara aprova projeto de valorização das Grutas das Lapas

O executivo municipal de Torres Novas aprovou terça-feira, dia 29 de março, por unanimidade, o projeto de valorização das Grutas das Lapas. Trata-se de uma obra de 60 500 euros que visa definir espaços interpretativos e requalificar acessos. O montante envolvido e o plano de valorização foram elogiados por toda a oposição em reunião camarária, que salientou porém que o projeto podia estar integrado na Área de Reabilitação Urbana (ARU) de Lapas.

- Publicidade -

As Grutas das Lapas foram classificadas em 1943 como património de interesse público, sendo importantes grutas artificiais escavadas em tufo calcário. “Estas grutas, abertas ao público, relacionam a atividade humana a um elemento geológico singular, o maciço de tufo calcário daquela localidade, associado, na sua génese, ao próprio Rio Almonda. É esta vertente que se visa valorizar, oferecendo uma visita mais informada, enriquecida e complementar à história, morfologia e desenho urbano da aldeia”, refere informação do município.

A valorização inclui o exterior, alterando-se o acesso para o jardim que antecede a entrada da gruta, por forma a tornar o espaço mais agradável e seguro. A entrada será mudada e alargada. Vai criar-se uma receção, com um centro interpretativo e expositores informativos (com rochas, fósseis e expositores interativos).

- Publicidade -

Pretende-se também criar um percurso interno nas Grutas, “ao longo do qual serão explicados/apresentados aos visitantes os principais conteúdos informativos e particularidades das grutas, de forma simples, concisa e acessível”. O projeto inclui, por último, percursos pela aldeia de Lapas, com pontos de interesse associados aos tufos calcários e às grutas.

“O valor estimado para a intervenção de abertura do centro interpretativo é de 60 500 euros acrescidos de IVA e conta com o apoio da Fábrica da Igreja de Lapas na cedência do espaço necessário em regime de comodato”, refere comunicado. “Mas o projeto de valorização é mais vasto, tem a colaboração institucional da Junta de Freguesia e inclui ainda outros trabalhos prospetivos já em curso, para conhecimento da verdadeira dimensão do complexo subterrâneo e preparação de conteúdos a disponibilizar aos visitantes”.

As vereadoras Helena Pinto (BE) e Ana Filipa Rodrigues (CDU) saudaram o projeto, mas lamentaram que estas iniciativas sejam feitas “avulso” e não enquadradas num projeto maior, como seria a da ARU das Lapas.

 

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here