Terça-feira, Março 2, 2021
- Publicidade -

Torres Novas | Bombeiros precisam de equipamentos e veículo de combate a incêndios (c/vídeo)

Os órgãos sociais para o biénio 2017/2018 da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Torrejanos tomaram posse ao fim da tarde de sexta-feira, 20 de janeiro. Arnaldo Santos mantém a presidência da direção, tendo lançado no seu discurso alguns apelos para as necessidades mais prementes dos Bombeiros. Para além do novo quartel, cujo concurso para remodelação e ampliação já se encontra a decorrer, os Bombeiros precisam com urgência de 50 novos equipamentos de proteção individual e um novo veículo de combate a incêndios urbanos.

- Publicidade -

A sessão encheu a sala onde decorreu a tomada de posse, na presença de um grupo de Bombeiros e o executivo municipal de Torres Novas. No seu discurso, o presidente da direção da Associação Humanitária, Arnaldo Santos, enumerou as prioridades para 2017, sendo o novo quartel apenas uma entre as necessidades da corporação.

Ao mediotejo.net, Arnaldo Santos explicou que a prioridade “são os Bombeiros”, pelo que é necessário com urgência 50 novos equipamentos de proteção individual (capacetes e fatos normex) de combate a incêndios urbanos, um investimento que ascenderá os 25 mil euros. Para além disso o quartel precisa de adquirir um novo veículo de combate a incêndios urbanos, dado o desgaste da frota existente. O responsável adiantou que se está a aguardar pela abertura de programas comunitários que possam ajudar a esta aquisição, caso contrário terão que se iniciar negociações com o município.

- Publicidade -

No que toca ao novo quartel, o processo encontra-se na fase de lançamento do concurso público, com um orçamento estimado para a obra de cerca de 1 milhão de euros. “Dizem-me que a burocracia pode demorar quatro meses”, explicou Arnaldo Santos, contando que a obra de ampliação e remodelação do quartel esteja concluída em outubro de 2018. Segundo o responsável, os fundos europeus vão assumir 85% de parte da ampliação (cerca de 570 mil euros), suportando o município os restantes encargos.

Questionado sobre outras dificuldades, Arnaldo Santos reconheceu que tem sido difícil captar jovens para os Bombeiros, mas que a equipa existente tem conseguido responder à generalidade das ocorrências.

A sessão de tomada de posse teve um momento inicial de assinaturas dos órgãos sociais, seguindo-se o discurso de Arnaldo Santos e do presidente da Câmara de Torres Novas, Pedro Ferreira. Este último foi mais otimista quanto aos prazos de execução do novo quartel, admitindo que dificilmente estará concluído até dezembro de 2017, mas que obra estará terminada nos meses seguintes.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).