- Publicidade -

Torres Novas | Assembleia Municipal suspensa devido a problemas com videoconferência

A sessão de Assembleia Municipal de Torres Novas de segunda-feira, 8 de fevereiro, era a primeira a decorrer inteiramente em videoconferência, com cada deputado a participar a partir de casa, e com emissão online para o público. O formato teve problemas desde o início e a sessão acabou suspensa, devendo retomar na quarta-feira, dia 10, a partir das 21h00.

- Publicidade -

Numa sessão totalmente à distância, os deputados depararam-se desde cedo com problemas de ligação. Muitos não tinham o vídeo ativado e alguns não conseguiam aceder à sala de reunião online. A emissão começou com meia hora de atraso e, ao fim de cerca de uma hora, foi para intervalo, na expectativa de resolver os problemas técnicos. Perto da meia noite a emissão foi finalmente cortada.

Face a todos os problemas técnicos, apenas decorreu o “Período antes da ordem do dia”. O presidente Pedro Ferreira (PS) respondeu a questões sobre o ponto de situação da pandemia no concelho, o processo contra a Fabrióleo, a revisão do Plano Diretor Municipal (PDM), a carência de médicos nas extensões de saúde e a entrega de computadores e internet a alunos do concelho.

- Publicidade -

Não houve particular novidade sobre nenhum dos temas. O processo contra a Fabrióleo continua em curso, tendo decorrido mais algumas fiscalizações à fábrica em Carreiro da Areia, e a revisão do PDM tem que ficar concluída, segundo os novos prazos, até fim do ano.

Sobre a carência de médicos de família, Pedro Ferreira adiantou estar a discutir o problema com a autoridade de saúde. No que toca aos computadores, o concelho está a tentar resolver as carências com o material já adquirido no último ano, não obstante o município tenha vinculado mais 40 mil euros para compra de equipamentos informáticos.

Segundo adiantou Pedro Ferreira ao mediotejo.net, está previsto a Assembleia ser retomada esta quarta-feira, pelas 21h00.

 

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).