Torres Novas | António Filipe (PCP) ouviu empresários preocupados com efeitos da pandemia (c/vídeo)

António Filipe reuniu com a ACIS, em Torres Novas, na segunda-feira Foto: mediotejo.net

O deputado do PCP na Assembleia da República, António Filipe, percorreu esta segunda-feira, 6 de julho, o distrito de Santarém, em ações de contacto com micro, pequenos e médios empresários, no sentido de aferir das suas realidades em tempos de pandemia. Em Torres Novas, adiantou ao mediotejo.net uma primeira impressão relacionada sobretudo com as dificuldades da restauração e do comércio, negócios que se vêem sem meios para cumprir os seus compromissos, nomeadamente com despesas fixas.

PUB

Um dos motores da economia nacional, as micro, pequenas e médias empresas estão a ver-se aflitas em responder aos seus encargos, num momento em que a retoma do setor após o confinamento nacional ainda é lenta. O deputado comunista eleito pelo distrito de Santarém esteve a ouvir os empresários da região e associações empresariais e constatou uma grande preocupação com o retomar da economia nos próximos meses.

“Há encargos que são incontornáveis”, constatou o deputado, sendo que estas empresas “já produziram um passivo grave” que tenderá a piorar com o tempo. “Estas empresas têm que ser apoiadas”, defendeu, pois o seu encerramento em grande número irá ter efeitos significativos na economia nacional.

PUB

Deputado António Filipe (PCP) visita núcleo empresarial da região

Publicado por mediotejo.net em Segunda-feira, 6 de julho de 2020

Na região, António Filipe constatou os efeitos da pandemia na área alimentar, sobretudo restaurantes e bares, que estiveram encerrados e agora abrem lentamente (ou não abriram ainda sequer). A paragem da indústria, referiu, provocou um impacto em rede, originando carências noutros setores. Por fim, o cancelamento de eventos, como os casamentos, teve impactos nos mais variados ramos do comércio.

Para o deputado é importante tomar medidas de segurança sanitárias, mas é também necessário reativar a economia. O responsável esteve ainda a dar conta do papel do PCP no orçamento suplementar e as medidas por este defendidas para apoiar os empresários.

“O nosso objetivo é proteger o tecido económico nacional, o emprego, a criação de riqueza, e temos consciência do papel insubstituível que as micro, pequenas e médias empresas têm” na sociedade, notou.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here