Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Torres Novas | Canil promove campanha e alerta para importância de “adoção responsável”

O Canil Intermunicipal de Torres Novas, que engloba também os municípios de Alcanena, Entroncamento e Barquinha, promove mais uma campanha de adoção de animais de companhia este domingo, dia 15 de janeiro, entre as 11h e as 16h30, no Jardim das Rosas, em Torres Novas.

- Publicidade -

- Publicidade -

Como habitualmente estarão disponíveis diversos cães e gatos para uma “adoção responsável”, o lema da iniciativa. O alerta na última campanha, realizada em dezembro, foi: “animais não são prendas de Natal”, um dia em prol dos animais que o mediotejo.net acompanhou, em reportagem.

As campanhas de adoção de animais promovidas pelo Canil Intermunicipal de Torres Novas, que congrega também os municípios de Alcanena, Barquinha e Entroncamento, decorrem mensalmente desde há vários anos. Durante um fim-de-semana, entre as 11 horas e as 16h30, alguns animais, entre cães e gatos, ficam disponíveis para adoção no Jardim das Rosas, no centro de Torres Novas. A ação é, por norma, bastante concorrida por crianças e curiosos, garante a veterinária municipal e responsável pelo Canil, Luísa Silva.

- Publicidade -

Nos meios rurais encontram-se muitos animais perdidos ou desorientados. FOTO: mediotejo.net
Nos meios rurais encontram-se muitos animais perdidos ou desorientados. FOTO: mediotejo.net

Num dia mais soalheiro é comum ver crianças a brincar com os animais da campanha. “Nunca tive ninguém que se insurgisse contra as campanhas”, constatou Luísa Silva ao mediotejo.net, e vêm “sempre famílias pedir informação” sobre como adotar. “Estas campanhas são muito importantes para sensibilizar as pessoas para a importância dos animais de companhia e adoções responsáveis”, frisou.

Gatos podem ser levados no momento da adoção. Cães têm de passar pelo processo legal, sendo entregues no Canil com microchip, vacina da raiva e respetivo boletim. FOTO: mediotejo.net
Gatos podem ser levados no momento da adoção. Cães têm de passar pelo processo legal, sendo entregues no Canil com microchip, vacina da raiva e respetivo boletim. FOTO: mediotejo.net

O Canil Intermunicipal tem, neste momento, 70 cães e 20 gatos, estando bastante cheio para a sua capacidade. Luísa Silva explica que em meio rural encontra-se um maior número de animais a vaguear pelas ruas, com aspeto de estarem desorientados (saíram do seu território e não conseguem voltar para casa) ou de terem sido abandonados. É o caso de um grande cão serra da estrela que está presente nesta campanha, encontrado perdido em outubro.

Forte e enérgico, ainda jovem, com uma dimensão que coloca algum respeito, é no entanto muito meigo e terá eventualmente, comenta no decorrer da conversa a veterinária, fugido de uma quinta.

Acontece com frequência as pessoas passarem pela campanha na intenção de deixar animais, mas o Canil dá prioridade a animais de rua, explica Luísa Silva, sendo estas situações particulares avaliadas caso a caso. “Muitas pessoas argumentam que querem mudar de casa ou não têm capacidades financeiras”, comenta a veterinária, mas muitas vezes o que se constata é que simplesmente já não querem o animal.

Para quem deseja efetivamente adotar, Luísa Silva procura promover uma adoção responsável, que tenha em conta a qualidade de vida do animal e as condições de que necessita. É esse um dos grandes objetivos das campanhas de adoção: a sensibilização.

O processo no Jardim das Rosas começa com uma pequena entrevista ao interessado. Só posteriormente e reunidas condições é o animal entregue no Canil, neste caso os cães, com microchip e vacina da raiva (cães com mais de três meses), com um custo de 19 euros. Como os gatos ainda não têm uma legislação aplicável, o novo dono pode levá-los de forma gratuita e na hora da adoção.

Os “animais não são prendas de Natal”, salienta a dado instante Luísa Silva, explicando que tenta dissuadir as adoções por impulso do momento. A adoção responsável implica haver consciência dos cuidados a ter com um cão ou um gato, para que não haja situações de posterior abandono.

Mensalmente o Canil recolhe (ou são ali deixados) cerca de uma dezena de animais, variando esta estatística consoante os meses. Para além da remoção dos cadáveres encontrados nos quatro concelhos, o Canil faz também a sua incineração.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here