Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Torres Novas: Ambientalista Mário Costa detido

O ambientalista torrejano Mário Costa, promotor da página “Vamos Salvar o Rio Almonda” e que tem desenvolvido uma intensa atividade pela defesa do rio e denúncia de descargas ilegais poluentes, foi detido dia 17 de maio, terça-feira. A notícia é avançada pelo jornal “O Almonda”, adiantando que a PSP prendeu Mário Costa no momento em que este tentava fazer mais uma denúncia junto da GNR.

- Publicidade -

Segundo a mesma fonte, Mário Costa cumpria já uma prisão precária, estando livre durante a semana mas tendo que se apresentar aos fins-de-semana na prisão. A detenção terá sido ordenada por um juiz do Tribunal de Execuções de Coimbra, pelo facto do ambientalista não ter respeitado as suas obrigações legais. Mário Costa cumpre assim 200 dias de prisão efetiva no estabelecimento prisional de Torres Novas.

A causa da pena não estará relacionada com o ativismo em defesa do ambiente, mas com com uma agressão que terá cometido, em 2010. A página “Vamos Salvar o Rio Almonda” não tem atualizações desde o dia 15 de maio.

- Publicidade -

O trabalho de Mário Costa em Torres Novas fez nascer várias iniciativas em defesa do Rio Almonda, tendo inclusive a assembleia municipal reunido para debater, por sua causa, os problemas ambientais no concelho. As denúncias do ambientalista têm contribuído também para uma maior vigília sobre as descargas poluentes. Com um livre trânsito e uma grande rede de contactos, Mário Costa chegou a surpreender os prevaricadores em pleno ato.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome