Tomar | Voto de pesar e um minuto de silêncio pela morte de Luís Filipe Boavida

O executivo camarário de Tomar aprovou na reunião desta segunda-feira, 28 de maio, um voto de pesar pela morte de Luís Filipe Boavida, ex-candidato à Câmara pelo PSD, falecido no domingo aos 56 anos de idade, vítima de doença oncológica. A vereadora do PSD, Célia Bonet, leu com a voz embargada o voto de pesar, seguindo-se um minuto de silêncio por parte de todos os elementos do executivo.

PUB

“Um Homem de Tomar, um Homem que viveu para Tomar. Um exemplo de dedicação às causas sociais, humanidade, ao desporto e ao associativismo. Um quadro superior da Câmara Municipal de Tomar, um exemplo de dedicação e de profissionalismo amplamente reconhecido. Um Homem de amizade fácil e contagiante, um amigo, um
companheiro de todas as horas. A violência e a crueldade da vida, impediu Luís Boavida de prosseguir os seus sonhos e os seus objetivos de contribuir, como sempre fez, para um concelho onde seja muito bom viver. Cabe-nos agora honrar Luís Boavida e prestar esta homenagem. Solicitamos um minuto de silêncio”, disse.

A presidente da autarquia, Anabela Freitas, disse que o voto de pesar iria ser aprovado embora realçasse que não deveria ser referenciado o facto de ser funcionário do município, uma vez que já faleceram outros funcionários e não houve voto de pesar, sendo que se devem tratar todos por igual.

PUB

“Somos uma entidade patronal de 500 trabalhadores sendo que o nosso reconhecimento é pelo que o cidadão Luís Boavida fez pelo movimento associativo do concelho, desde as camadas mais jovens às seniores, pelo que concordo que se faça um minuto de silêncio”, disse a autarca.

Os vereadores do PSD referiram que devido à morte de Luís Filipe Boavida não iriam fazer qualquer intervenção nesta reunião, reservando-se ao silêncio, sendo que a mesma não chegou a durar 30 minutos.

O funeral de Luís Boavida realiza-se esta terça-feira, 29 de maio, para o cemitério de Marmelais, após missa de corpo presente pelas 11 horas na Igreja Santa Maria do Olival.

PUB
PUB
Elsa Ribeiro Gonçalves
Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).