- Publicidade -

Segunda-feira, Janeiro 24, 2022
- Publicidade -

Tomar | Teatro, música e atividades infantis na Mostra de Teatro de Cem Soldos

A vigésima segunda edição da Mostra de Teatro de Cem Soldos realiza-se nesta aldeia tomarense entre os os dias 18 de maio e 3 de junho com cinco propostas de grupos de teatro amador e um concerto. Os espetáculos com entrada livre realizam-se às sextas-feiras (18 e 25) e sábados (19 e 26) e o último dia é reservado aos mais novos.

- Publicidade -

Os primeiros atores a subirem ao palco pertencem ao Grupo de Teatro Apollo (Ourém), que apresenta a peça “Queres ser ministro?”, pelas 21h30 de dia 18. À mesma hora, no dia 19, têm início os três momentos que marcam a noite, começando com a peça “Mytho”, do Espaço Zero, à qual se segue, pelas 22h30, o espetáculo “Quem aqui não tem amores?”, do Teatro Independente de Paranhos. A Tuna Templária de Tomar tem atuação marcada para as 23h30.

As propostas da mostra de teatro regressam no dia 25, com uma sessão de música e contadores de histórias tradicionais durante os “Contos ao pôr do sol” do Nariz Teatro de Grupo. A 26, o Grupo de Teatro do Manigoto pergunta ao público “Mas ninguém mata a cegonha?”, na peça que aborda a paternidade através da comédia e da ironia.

- Publicidade -

O último dia do programa é dedicado à pequenada, que terá insufláveis e palhaços à sua espera durante a tarde. Os primeiros pulos são dados às 15h00 e “Os Trabucas” começam as palhaçadas pelas 16h30.

Os espetáculos dos dias 18, 25 e 26 são apresentados no Auditório de Cem Soldos e os de dia 19 no Largo da Igreja. Por seu lado, as atividades infantis têm lugar no Largo do Rossio, localizado no centro da aldeia. A iniciativa é organizada pelo Sport Club Operário de Cem Soldos e o Grupo de Teatro ULTIMAcTO.

- Publicidade -

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome