Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Terça-feira, Outubro 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | Softinsa implementa solução inteligente de estacionamento na cidade

A empresa Softinsa está a implementar uma solução inteligente e centralizada para a gestão da ocupação de lugares de estacionamento nos parques do Município de Tomar. Este projeto inclui uma plataforma digital, numa aplicação para dispositivos móveis, que permite através da instalação de uma rede de sensores aferir quais os lugares disponíveis para estacionar e onde, numa comunicação em tempo real. Esta iniciativa insere-se no projeto do Município de Tomar para se converter numa Smart Human City.

- Publicidade -

Em comunicado, a empresa Softinsa explica que esta plataforma “vai permitir maximizar a utilização dos lugares disponíveis na cidade e vai disponibilizar, em tempo real, as respetivas taxas de ocupação através da instalação de uma rede com mais de 400 sensores conectados a um sistema central”.

De forma rápida, os utilizadores podem aceder à aplicação móvel “Estacionar em Tomar”, disponível para Android e iOS, sendo que também pode ser consultada informação no portal na internet “Estacionamento Inteligente”.

- Publicidade -

Está prevista também numa segunda fase a instalação de “ecrãs informativos que estarão localizados em alguns dos acessos aos parques de estacionamento”.

“As plataformas digitais vão disponibilizar o número de lugares disponíveis para os automóveis, motociclos, carregamento elétrico, mobilidade reduzida, cargas e descargas, assim como permitir a consulta das tarifas, obter as direções até ao local escolhido e também receber alertas e notificações”, explica a Softinsa.

O projeto insere-se no campo das cidades inteligentes, sendo que o Município de Tomar “tem vindo a apostar em tecnologia inovadora, em áreas como a Internet of Things (IoT), e a concentrar os seus esforços para se tornar numa Smart Human City”, onde as suas premissas passam por “reduzir de emissões de CO2, o aumento da eficiência dos recursos e a melhoria da qualidade de vida dos seus cidadãos”.

No que toca a esta solução de estacionamento inteligente, pretende a empresa que além de os habitantes e visitantes da cidade pouparem tempo na procura de um lugar para estacionar, possam também estar a “economizar combustível e reduzir as emissões de gases poluentes” por reduzirem as deslocações na procura de um espaço vago para tal.

Refira-se que esta solução desenvolvida no âmbito do estacionamento inteligente foi pensada com intuito de permitir que seja replicada noutros locais de estacionamento, e quiçá, “no futuro englobar outras funcionalidades, como por exemplo o pagamento de parquímetros e títulos de estacionamento”.

Henrique Mourisca, Diretor Geral da Softinsa, sublinha que “este projeto é mais uma importante referência da Softinsa na área da Mobilidade Urbana e das Smarter Cities. A forte parceria que temos com o Município de Tomar desafia as nossas equipas do Centro de Inovação de Tomar a encontrarem soluções transformadoras que, para além de irem ao encontro das necessidades do cliente, fazem realmente a diferença no dia a dia de todos nós”, termina.

A Softinsa, empresa do ramo das novas tecnologias do grupo IBM, tem um Centro de Inovação instalado em Tomar junto ao campus do Instituto Politécnico, e tem sido parceira da autarquia tomarense no desenvolvimento de projetos de eficiência energética, soluções inteligentes bem como no plano do combate às alterações climáticas. Exemplo disso é o recente projeto de “instalação da rede LoRa (Long Range) para a monitorização de vários aspetos da cidade, englobando a iluminação pública, qualidade do ar, qualidade da água do rio Nabão, risco de cheias e de roubos de água nas bocas de incêndio”.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome