- Publicidade -

Segunda-feira, Janeiro 24, 2022
- Publicidade -

Tomar | Santa Cita transforma-se em Aldeia Natal para reviver tradições em comunidade

No concelho de Tomar, de 17 a 23 de dezembro, será tempo de rumar a sul, para cumprir o Natal com tradição em Santa Cita que por estes dias se veste a rigor para se tornar numa verdadeira Aldeia Natal. Esta iniciativa conta com um programa solidário com iniciativas culturais mas também desportivas, muito assente na recuperação dos valores e tradições dos antepassados que se quer voltar a viver em comunidade. O evento contará com Mónica Sintra, Toy e Serafim enquanto cabeças de cartaz. Santa Cita abre as portas à magia do Natal, de forma gratuita, e abraça todos quantos queiram visitar este espaço que nasce das mãos e vontade locais.

- Publicidade -

O evento foi apresentado localmente no dia 8, onde houve uma peça de teatro “Comédia da Marmita” pela companhia Fatias de Cá, e ao cair da noite, tempo de iluminar a aldeia ao som de músicas de Natal cantadas ao vivo, na presença Sagrada Família representada em estátuas vivas.

- Publicidade -

Segundo a organização, esta iniciativa surge a partir de “um sonho de um pequeno grupo fez eco em toda a comunidade e, com apoio institucional e do tecido empresarial local” ganha forma.

O objetivo é “criar um evento alicerçado nos valores herdados dos natais dos nossos avós e na tradição da aldeia”, que será de cariz solidário mas também inclusivo e inspirado no passado histórico e crenças religiosas que remontam ao século I. O evento conta com uma mascote oficial, a amigável ursa polar de nome UR’ CITA, que recebe os visitantes.

- Publicidade -

Entre as várias secções da Aldeia Natal estará a Casa do Pai Natal e seus duentes, a cada dos doces onde se poderá experimentar a arte da doçaria e ainda o marco do correio para serem coladas as cartas dos mais novos.

As atrações para a pequenada são diversas e para todos os gostos, e poderão encontrar um carrossel, insufláveis, slide e parede de escalada, malabaristas ou mesmo espetáculos de magia ao vivo que prometem arrancar muitos sorrisos e gargalhadas.

A igreja de Santa Cita estará aberta e iluminada no decorrer do evento permitindo a devoção dos fiéis, enquanto que o pátio da antiga Escola Primária acolherá a encenação de um presépio vivo. Já no interior do edifício, poderá apreciar-se uma exposição de presépios feitos por alunos das escolas do concelho e por colecionadores da comunidade.

Não poderia faltar o Mercado de Natal para compor a dinâmica e contribuir para economia local, onde se cruzam tradições, aromas e sabores e a beleza ímpar do artesanato local.

E como sem música não há festa, promete-se banda sonora à altura para esta Aldeia Natal, que abrange todos os gostos, contando com registos muito ecléticos, desde a ópera a grupos corais, à música ligeira com tributo a Michael Bublé ou a música popular portuguesa com Toy e Mónica Sintra.

Para acrescentar uma pitada de felicidade, haverá lugar para o humor com muitas e engraçadas histórias contadas por Serafim.

Para segurança de todos, e porque ainda vivemos numa pandemia, só é possível assistir aos espetáculos do principal – o Palco Rudolph – em lugares sentados e após apresentação de certificado digital por todos os maiores de 12 anos.

E aliando o desporto ao convívio, saúde e solidariedade, haverá caminhada e passeio BTT solidários, bem como a passagem do tradicional Passeio de Pais Natal em Bicicleta, que virá da aldeia vizinha, Linhaceira.

Muitos outros momentos compõem esta Aldeia onde acontece o Natal, que quer agregar e incluir todas as pessoas, caso do fogo de artifício, o madeiro que arderá na fogueira para aquecer o ambiente e as filhós e café típicas desta época darão outro sabor.

A Aldeia Natal terá entradas gratuitas e a mascote UR’CITA aguarda ansiosamente para abraçar a todos, dizendo bem alto “sejam bem-vindos a Santa Cita!”.

Consulte o programa completo:

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome