Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Novembro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | RI15 assinala 215º aniversário evocando missões internacionais

O Regimento de Infantaria nº15 (RI15) vai comemorar o seu 215º aniversário no dia 19 de maio, quarta-feira. A Unidade irá assinalar a efeméride que recorda a data da sua criação por Decreto de 19 de maio de 1806, pelo qual, o 2º Regimento de Olivença passou a designar-se Regimento de Infantaria nº15.

- Publicidade -

Em nota divulgada pelo Município de Tomar, recorda-se que “o RI15 esteve sedeado, desde a sua criação, em várias cidades de Norte a Sul do país, mas cimenta a sua ligação a Tomar quando, por decreto de 24 de dezembro de 1901, se fixa nesta cidade, situação que se manteve até aos dias de hoje”.

Face ao contexto de pandemia, este ano o programa de atividades contará com poucos convidados, entre eles a presidente da Câmara Municipal de Tomar, Anabela Freitas, estando previstas as seguintes iniciativas: cerimónia do hastear da Bandeira Nacional, Homenagem aos Mortos em Combate e descerrar de duas placas comemorativas, da primeira e segunda missão como Força Nacional Destacada, do 1º Batalhão de Infantaria Paraquedista (1BIPara), na Bósnia-Herzegovina (SFOR), em 1998, e da missão em Timor Leste (UNTAET), em 2000, pode ler-se na mesma informação.

- Publicidade -

Refira-se que este Regimento “fez o aprontamento da 9ª Força Nacional Destacada para a Republica Centro Africana (MINUSCA), que já se encontra no Teatro de Operações desde o início do mês de maio de 2021, tendo também efetuado durante o último ano várias missões e tarefas no âmbito das Missões de Apoio ao Desenvolvimento e Bem-Estar das populações, em toda a sua área de responsabilidade atribuída (Tomar a Penamacor), das quais se destacam as executadas no apoio à prevenção e combate da covid-19”, termina.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome