Tomar: quatro estabelecimentos escolares encerram no próximo ano lectivo

O vereador da Educação da Câmara Municipal de Tomar, Hugo Cristóvão, informou na reunião de executivo desta segunda-feira, 11 de abril, que vão encerrar quatro estabelecimentos escolares no próximo ano lectivo por não existirem alunos em número suficiente.

PUB
IMG_4413
Vereador Hugo Cristóvão já informou pais e encarregados de educação

De acordo com o mesmo vão fechar portas a EB1 de Cabeças (freguesia urbana), de Santa Cita (freguesia de Asseiceira), Paialvo e ainda a EB1 de Fétal de Cima (Além da Ribeira/Pedreira) que atualmente apenas funcionava na valência Jardim de Infância com 5 crianças. Todas integram o Agrupamento Escolar Templários.

“Temos que tomar decisões racionais”, referiu o mesmo vereador, acrescentando que já foram realizadas, na semana passada, reuniões com todos os pais e encarregados de educação destas escolas. “Nas Cabeças, o processo foi pacífico sendo que os 18 alunos serão reencaminhados para a escola de Carvalhos de Figueiredo que é a que tem melhores condições”, disse. Em Paialvo, onde andam atualmente  12 crianças ( 6 no JI e 6 no 1.º Ciclo) o presidente da Junta já prometeu lutar para que a escola não feche portas e também em Santa Cita os pais mostraram algum desagrado em relação à transferência dos 10 alunos para o Centro Escolar da Linhaceira.

PUB
12973346_1039680112771635_8236345201946828241_o
Escola de Paialvo é uma das que fecha portas

O vereador Hugo Cristóvão referiu ao mediotejo.net que “este é um dossier encerrado” já que a autarquia não tem argumentos que sustentem, junto do Ministério da Educação, a manutenção destas escolas que têm menos de 21 alunos. “A decisão também é tomada a pensar no que é melhor para estas crianças”, atestou.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here