Tomar | PSP e GNR fazem detenções por disparos e cultivo de estupefacientes

A GNR de Tomar deteve ontem uma mulher de 49 anos por cultivo de estupefacientes, no concelho de Tomar. Numa outra situação, ainda em Tomar, uma intervenção da PSP viria a culminar na detenção de homem de 24 anos no Flecheiro.

PUB

Após uma denúncia por maus-tratos a animais de companhia, os militares da GNR, acompanhados pela Veterinária Municipal, abordaram na quinta-feira uma mulher de 49 anos na sua residência, tendo verificado a existência de 12 cães em deficitárias condições de higiene e salubridade.

No decorrer da ação de fiscalização foi então detetada uma estufa no interior da residência, com sistema de iluminação, ventilação e escape de gases, e onde se encontravam 26 plantas de canábis com cerca de um metro de altura, sendo o produto de imediato desmantelado e apreendido.

PUB

A suspeita foi detida e constituída arguida, tendo os factos sido remetidos ao Tribunal Judicial de Tomar. Relativamente aos animais de companhia, foram elaborados três autos de contraordenação por falta de registo e vacinação, tendo ainda sido notificada pela Veterinária para a obrigatoriedade de construção ou reformulação do espaço, por forma a poder comportar os animais, caso contrário ser-lhe-ão retirados.

Intervenção policial culmina na detenção de homem de 24 anos no Flecheiro
O Comando Distrital de Santarém da PSP, através das valências da Divisão Policial de Tomar, teve de intervir no Largo do Flecheiro, em Tomar, no dia 22 de julho, pelas 15h00, na sequência de disparos de arma de fogo. Nessa ação, foi ainda detido um indivíduo do sexo masculino, com 24 anos de idade e apreendida uma espingarda semi-automática.
A PSP avançou para a detenção do indivíduo “sobre o qual pendia mandado de detenção para cumprimento de pena de prisão efetiva de 5 anos e 6 meses de prisão, por ter sido condenado pela prática de vários crimes de roubo”, lê-se em comunicado do Comando Distrital.

Foto: Comando Distrital de Santarém da PSP

A intervenção da polícia levou ainda à apreensão de uma espingarda semi-automática de calibre 12GA e um invólucro de munição 7,65mm.
A Polícia de Segurança Pública refere estar “a investigar as circunstâncias em que ocorreram os disparos de arma de fogo, suspeitando que o detido possa estar, de alguma forma, com eles relacionado”, termina.
PUB
Joana Rita Santos
Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).