- Publicidade -

Quinta-feira, Dezembro 9, 2021
- Publicidade -

Tomar | PSD alerta para necessidade de preservação de património no centro histórico (c/áudio)

“É preciso não perder as marcas de Tomar, é preciso preservar e não deixar perder tudo”, afirmou José Delgado (PSD) em reunião de Câmara Municipal. O vereador reiterou a importância de classificar património no centro histórico da cidade de forma a manter vivo o valor e a tradição do edificado tomarense.

- Publicidade -

Na reunião da Câmara Municipal de Tomar de 10 de maio, o vereador social-democrata trouxe à mesa um assunto que não é novo mas que “como o fim deste mandato se está a aproximar, gostaria de, mais uma vez, chamar à atenção: a necessidade de classificar algum património no centro histórico”.

Referindo, nomeadamente, a questão do edificado privado, o vereador José Delgado expôs a sua intervenção referente à preservação de património histórico ao nível cultural e do edificado, começando por lembrar o trabalho realizado “há muitas décadas” de “levantamento dos edifícios do centro histórico, quanto às suas características em termos de processos construtivos, volumetria e uso”.

- Publicidade -

“Com o passar dos anos, as condições foram sendo alteradas em especial em relação ao uso e à necessidade de adaptação às novas tecnologias e à evolução dos tempos”, diz, admitindo que perante tal “urge atacar esta temática, de forma objetiva e clara”.

“É preciso fazer levantamento exaustivo do património existente no centro histórico e nos locais de interesse. Saber o que é essencial e acessório, tendo em atenção os instrumentos de gestão do território, como o plano de salvaguarda. Levantar as fachadas, com evidência para as suas características, as cantarias, as janelas, as portas, os ornamentos, com o objetivo de preservar tradições e o património edificado, manter a traça e o valor patrimonial do centro histórico como um todo”, defendeu.

Confessando que se trata de um “trabalho moroso e que requer competência ao nível dos técnicos – existe essa competência”, o vereador social-democrata sublinhou a urgência de o fazer, justificando que “qualquer dia só temos poucas referências, além das cantarias pouco mais. Em termos de vãos, tudo vai passar a alumínio, tudo está a ser descaracterizado”.

“Ainda vamos a tempo”, disse, enumerando as necessidades a satisfazer: “Nos interiores, levantar ornamentos e decorações, levantar revestimentos em pavimentos, paredes, tetos e vãos que sejam de classificar como património municipal. Classificar mobiliário e equipamentos que devam ser classificados como património municipal”.

“Considerar estas classificações nas fases de licenciamento, pois é preciso não perder as marcas de Tomar, é preciso preservar e não deixar perder tudo, com o ritmo que atualmente o setor da construção atravessa e implanta. Reabilitar sim, mas preservar o património”, concluiu.

Áudio | Vereador José Delgado (PSD) sobre necessidade de classificação de património

Câmara admite classificação do Complexo Cultural da Levada, totalidade do Aqueduto dos Pegões e Ponte de Peniche

Em resposta à intervenção do vereador José Delgado (PSD), o vice-presidente da autarquia nabantina, Hugo Cristóvão (PS) deu conta de que o Município está “a tratar” do processo de classificação do Complexo Cultural da Levada, da totalidade do percurso e das mães de água do Aqueduto dos Pegões (classificado como Património Nacional mas não na sua totalidade) e também da Ponte de Peniche.

“Sobre a proposta do vereador José Delgado, digo apenas que na teoria concordo. Agora, aquilo que é proposto implicaria uma equipa vasta durante alguns anos, provavelmente. As Câmaras Municipais podem fazer quase tudo, não conseguem fazer quase tudo ao mesmo tempo. Tem que ser passo a passo”, concluiu Hugo Cristóvão.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou a Lisboa com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome