Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quarta-feira, Junho 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | Programa de animação de verão de volta para reavivar setor da cultura

Tomar Cultura Viva é o nome da iniciativa de animação de verão que estará de volta ao Mouchão de 1 de julho a 3 de setembro, com intuito de apoiar e reavivar o setor da cultura no concelho à semelhança do que sucedeu no verão de 2020, estando previstas iniciativas que envolvem artistas e grupos tomarenses, bem como empresários da área do espetáculo, som e audiovisual. Este programa contará com investimento de 150 mil euros por parte da Câmara de Tomar.

- Publicidade -

Esta iniciativa pode dizer-se que é a versão de 2021 da experiência Tomar ComVida, projeto que serviu também este propósito de apoiar os profissionais da cultura do concelho. “O projeto refez-se, com o nome original a ser agora uma marca, de parceria entre o Município e as seis empresas tomarenses do setor, que poderá vir a realizar outros eventos no futuro mas será, para já, responsável pelo Tomar Cultura Viva”, pode ler-se em nota de autarquia.

Em causa está um investimento direto de 120 mil euros pela CM Tomar, e mais 30 mil indiretos, com objetivo de “apoiar, não apenas as seis empresas, mas todos os profissionais da cultura e as suas famílias”, tal como explicou a vereadora com o pelouro da Cultura, Filipa Fernandes, responsável por apresentar a iniciativa na manhã de terça-feira, dia 18.

- Publicidade -

Programa de animação de verão regressa em 2021 com novidades e dezenas de espetáculos no Mouchão. Foto: Tomar ComVida, 2020

No Salão Nobre dos Paços do Concelho, com a comitiva de empresários envolvidos na organização deste programa de animação de verão, bem como com os vereadores Hugo Cristóvão e Hélder Henriques, a vereadora disse que as seis empresas que integram o projeto representam “uma panóplia de profissionais que vivem deste setor e falamos igualmente das respetivas famílias que viram os seus rendimentos bastante diminutos, uma vez que ao longo deste ano e pouco não tem havido trabalho para estes profissionais”.

Filipa Fernandes alertou para a necessidade de promover e intervir neste setor altamente prejudicado com a pandemia e a paragem e cancelamento a que obrigou em termos de atividades culturais. “Não sendo as autarquias a tomar a iniciativa de programar nos seus territórios, arriscamo-nos a anular um setor basilar da nossa sociedade”, afirma.

Foto: CMT

Este que é um “evento ganhador” em que “só se mexe no nome”, vê assim assegurada a sua continuidade. “O Tomar ComVida [edição de estreia em 2020] mostrou a nível nacional como é possível realizar iniciativas culturais com toda a segurança”, assumiu Filipa Fernandes, assegurando que o Tomar Cultura Viva vai demonstrar que “é possível continuar a respirar cultura”, enquanto essência e identidade de um povo que dela precisa enquanto sociedade e como complemento à vida e ao bem-estar de cada cidadão.

Tomar Cultura Viva: quando, quanto, onde, como e quem?

A ilha do Mouchão volta a ser palco – desta vez maior e coberto dando mais condições aos artistas – de mais de meia centena de espetáculos, que decorrerão às quintas, sextas e sábados, num recinto com 200 lugares sentados e cumpridor das regras da DGS e condições de segurança. “Se as novas orientações da entidade nacional de saúde vierem nesse sentido, o horário dos espetáculos será à quinta das 21h30 às 23 horas e à sexta e sábado das 22 às 24 horas. Haverá também alguns espetáculos de rua”, nota a autarquia.

Apesar de a programação só ser apresentada a 8 de junho, prevê-se que a maioria dos intérpretes em cartaz sejam os mesmos que participaram no ano anterior, mas com espetáculos diferentes e muitas parcerias previstas.

Créditos: Tomar ComVida

Os bilhetes serão gratuitos mas o seu levantamento é obrigatório. Podem ser levantados  diariamente, das 9h30 às 18 horas no posto de Turismo, ou no Mouchão na hora anterior ao início dos espetáculos.

O recinto conta ainda com casas de banho públicas acessíveis e caso as orientações da DGS permitam, poderá haver possibilidade de existência de bares no espaço.

Todas as informações, bem como a programação do evento, podem ser consultadas em www.tomarcomvida.com

O Tomar Cultura Viva 2021 resulta da organização do Município de Tomar a que se juntam as empresas que no concelho operam na área da cultura/entretenimento.

Foto: Tomar ComVida, 2020

Os dois grandes objetivos passam por “dotar a cidade de um programa cultural e de entretenimento, que possa potenciar a qualidade de vida dos munícipes, bem como como fortalecer os pontos de interesse ao nível da animação turística e da promoção das atividades ligadas ao comércio e à restauração”, bem como “abrir portas a que uma parte muitíssimo significativa dos agentes culturais locais possam desenvolver algum trabalho, permitindo-lhes assim mitigar, um pouco, as consequências devastadoras que a pandemia lhes tem vindo a impor, no que respeita ao desenvolvimento da sua atividade profissional”.

“Este ano em particular há um leque de artistas que, num esforço adicional, se juntarão para, em conjunto, apresentarem espetáculos únicos e diferenciados, visando assim aumentar o interesse em torno do evento e a qualidade (e diversidade) do conteúdo que é oferecido aos tomarenses e aos seus visitantes”, pode ler-se no site da organização.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome