Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Agosto 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | “Poesia Homónima” de Júlio Resende e Júlio Machado Vaz no Cine-Teatro Paraíso

O pianista Júlio Resende e o psiquiatra e sexólogo Júlio Machado Vaz levam “Poesia Homónima” a Tomar, ao Cine-Teatro Paraíso, na noite de sexta-feira, dia 10, reunindo no palco, a partir das 21h30, a música do primeiro e a poesia de Eugénio de Andrade e Gonçalo M. Tavares pela voz do segundo.

- Publicidade -

O espetáculo regressa ao Médio Tejo depois de ter passado pelo Teatro Virgínia, em Torres Novas, no passado dia 28 de janeiro. Um “(des)concerto”, como Júlio Resende o carateriza, que mistura as declamações de textos de dois autores portugueses de renome e o piano, entre momentos de conversa, palavras de outros poetas, pintura, psicanálise, psicologia e filosofia.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome