Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Dezembro 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | Pedro Caldas vence Tomar Pro em wakeboard

O regresso do Circuito Mundial de Wakeboard ao centro de Tomar reuniu centenas de pessoas em redor do Rio Nabão, emprestando grande calor humano ao Parque Mouchão para ver e aplaudir Pedro Caldas, atleta brasileiro de apenas 19 anos, que venceu Victor Salmon na final do Tomar Pro em wakeboard.

- Publicidade -

Para chegar à final, Pedro Caldas teve que eliminar Guenther Oka, vencedor da edição de 2018 e campeão mundial em título, numa meia-final de tal forma disputada que os resultados demoraram 15 minutos a serem anunciados.

Com uma final muito intensa, Pedro Caldas, contando com um imenso apoio do público que vibrava com cada manobra do brasileiro, não deixou grandes margens para dúvidas aos juízes, que com uma ‘run’ muito sólida, acabou por derrotar Victor, um dos grandes favoritos.

- Publicidade -

“Foi incrível! Foi a minha primeira vez em Portugal e vir até Tomar, a este percurso de prova desafiante, conseguir chegar à final, tendo que ganhar a atletas supertalentosos como o Joe, o Guenther e o Victor para chegar ao primeiro lugar do pódio é uma experiência inesquecível! Não posso esperar pelo próximo ano e para ver o que a equipa da Wakeboard Portugal e da WWA vão inventar para melhorar ainda mais este evento! ”, disse Pedro Caldas, vencedor da prova, citado em nota de imprensa.

Foto: Hugo Silva/Red Bull Content Pool

“O evento foi claramente um sucesso”, disse, por sua vez, João Reis, da Wakeboard Portugal. “As margens do rio encheram-se para ver os melhores do mundo da modalidade e ninguém saiu de Tomar desiludido! Agora vamos ver para o próximo ano. A expectativa de todos é que aconteça novamente, acima de tudo os atletas têm essa expectativa, mas temos ainda um longo trabalho pela frente até lá”, acrescentou.

“Esta é uma oportunidade para promover o wakeboard como desporto em expansão em Castelo do Bode e no Médio Tejo. A primeira estância de wakeboard do mundo, com cinco cables em cinco pontos diferentes, está a funcionar em pleno desde o ano passado e com entrada gratuita durante todo o verão. Este evento é fruto de uma estratégia concertada e do esforço da APWAKE em colocar-nos no mapa mundial da modalidade” explica João Reis.

Já André Matos, da World Wake Association disse que “A WWA apostou muito nesta prova, especialmente porque acreditamos no modelo de provas urbanas, levando o wake até às pessoas.  O Tomar Pro prova que efetivamente podemos encontrar formas criativas de apresentar o desporto e naturalmente queremos repetir para o próximo ano. O evento deste ano foi impressionante com uma moldura humana gigante e vibrante e queremos que no próximo ano seja no mínimo igual, apontando sempre para ser melhor. No entanto, temos que ouvir todas as partes, incluindo os stakeholders locais e perceber se se reúnem todas as condições necessárias para que se possa garantir a edição do Tomar Pro 2020.”

Foto: Hugo Silva/Red Bull Content Pool

A prova é organizada pela Associação Portuguesa de Wake (APWAKE), em parceria com a Wakeboard Portugal, que gere os cinco cables em Castelo do Bode, e pela The WWA.

Os resultados finais foram:

1º Pedro Caldas (BRA)

2º Victor Salmon (BEL)

3º Guenther Oka (USA)

4º Nico Von Lerchenfeld (GER)

5º Matty Muncey (UK)

6º Liam peacock (UK)

7ºJoe Battleday (UK)

8º Andrew Watson (USA)

9º Ryan Peacock (UK)

10º Cameron Graham (RSA)

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome