Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quinta-feira, Dezembro 2, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | Obras de saneamento custam 6,7 ME e vão começar em São Pedro, Valdonas e Maxial

Vão arrancar as obras de saneamento em Tomar, da responsabilidade da empresa Tejo Ambiente, que preveem a construção de três subsistemas em São Pedro, Maxial e Valdonas, abrangendo um conjunto de localidades na envolvente. Tal representa um investimento de construção das infraestruturas num valor que ronda os 6,7 milhões de euros, com empreitadas adjudicadas a diversas empresas. Segundo Anabela Freitas, presidente da CM Tomar, o concelho passará a ter uma taxa de saneamento de 75%.

- Publicidade -

“As obras na rede de saneamento vão melhorar o bem-estar coletivo e o dia-a-dia das populações com a criação dos ramais de saneamento”, pode ler-se em nota da Tejo Ambiente.

Também se refere que, após visita promovida “à  zona de abrangência da empreitada de saneamento de águas residuais do subsistema de São Pedro, na localidade do Coito, ficou definido que a empresa TECNORÉM (na qualidade de Empreiteiro contratado), irá dar início aos trabalhos nos próximos dias, sendo que a consignação será celebrada na próxima semana, fazendo assim com que o saneamento básico venha a ser uma realidade para as localidades de Vermoeiros, Bairrada, São Pedro, Coito, Estrada e Beberriqueira”.

- Publicidade -

Nessa mesma visita promovida pela empresa intermunicipal de Ambiente, estiveram presentes a presidente do município de Tomar, Anabela Freitas, em representação da Tejo Ambiente, o representante da empresa TECNORÉM, Engenharia e Construções S.A., a empresa responsável pela obra e os representantes da TUU Building Design Management, Lda, a empresa responsável pela fiscalização e coordenação de segurança.

Refira-se que o investimento da Tejo Ambiente em saneamento no município de Tomar, ascende os 6,7 milhões de euros, estando prevista a construção das infraestruturas de saneamento de águas residuais – no subsistema de São Pedro que abrange as localidades de Vermoeiros, Bairrada, São Pedro, Coito, Estrada e Beberriqueira”, bem como no subsistema de Maxial, nas localidades de Algarvias, Juncais de Cima e de Baixo, Charneca do Maxial, S. Miguel e Carvalhal Pequeno; também prevista a construção do subsistema de Valdonas, nomeadamente nas localidades de Carvalheiros, Vale Sastre, Valdonas, Minjoelho, Palaceiros, Casal do Alecrim, Casal dos Matos e Santa Cruz.

A construção do subsistema de esgotos de Valdonas e do subsistema de Maxial foi adjudicado à Lena, Engenharia e Construções S.A.

Os contratos de empreitada foram assinados a 21 de janeiro, conforme noticiado pelo mediotejo.net.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome