Tomar | Obra da Sinagoga é “Melhor Intervenção de Restauro” do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana

Fernando Sanchez Salvador e Margarida Grácio Nunes (ao centro), autores do projeto da obra de recuperação e restauro que foi galardoada no Prémio Nacional de Reabilitação Urbana. Foto: DR

A obra de recuperação da Sinagoga de Tomar, que reabriu em 2019 após obra de requalificação e restauro, foi galardoada na edição de 2020 do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana na categoria de Melhor Intervenção de Restauro. A cerimónia decorreu no dia 17 de setembro, no Porto.

PUB

O projeto de Conservação e Reabilitação premiado é da autoria dos arquitetos Fernando Sanchez Salvador e Margarida Grácio Nunes (gabinete FSSMGN Arquitectos), que contaram com vasta equipa no acompanhamento, caso da arquiteta Elsa Pimenta e do engenheiro José Almeida, do Município de Tomar, entidade responsável pela execução da obra.

Núcleo interpretativo, anexo ao edifício da Sinagoga, e inaugurado em 2019. Foto: mediotejo.net

Para o Município de Tomar esta distinção “é mais uma valorização de um monumento que, mesmo antes da intervenção, era já o mais visitado da cidade a seguir ao Convento de Cristo, mas que ganhou uma nova dignidade com a obra e novos motivos de interesse com a criação do núcleo interpretativo”.

PUB

De referir que o projeto ainda engloba a conclusão de um jardim em edifício contíguo ao núcleo interpretativo.

Pensa-se que a a Sinagoga tomarense foi construída no final da primeira metade do século XV, sendo a única Sinagoga edificada de raiz para o efeito em Portugal que chegou aos nossos dias.

PUB

Após o édito de expulsão dos judeus, o edifício teve várias utilizações, desde cadeia a ermida católica, bem como celeiro e armazém de mercearias.

Sinagoga de Tomar. Foto: mediotejo.net

Foi classificada como monumento nacional em 1921, e adquirida dois anos depois por Samuel Schwarz, judeu polaco investigador da Cultura Hebraica, que a recuperou e doou em 1939 ao Estado Português com o intuito da instalação do Museu Luso-Hebraico Abraão Zacuto.

A autarquia já tentou adquirir e angariar o espaço para património municipal, porém não houve lugar a acordo com a Direção-Geral de Tesouro e Finanças com a proposta apresentada pela CM Tomar.

Vídeo: receção do prémio por parte de Fernando Sanchez Salvador e Margarida Grácio Nunes (gabinete FSSMGN Arquitectos)

Obra da Sinagoga de Tomar recebe Prémio Nacional de Reabilitação Urbana

A obra de recuperação da Sinagoga de Tomar, que reabriu em 2019, acaba de ser galardoada com o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana na categoria de Melhor Intervenção de Restauro, que foi ontem entregue, no Porto.A obra Sinagoga de Tomar e Museu Luso-Hebraico Abraão Zacuto – Projecto de Conservação e Reabilitação teve como autores os arquitectos Fernando Sanchez Salvador e Margarida Grácio Nunes, e um acompanhamento direto da arquiteta Elsa Pimenta e do engenheiro José Almeida, do Município de Tomar, entidade responsável pela execução da obra.A atribuição deste prémio é mais uma valorização de um monumento que, mesmo antes da intervenção, era já o mais visitado da cidade a seguir ao Convento de Cristo, mas que ganhou uma nova dignidade com a obra e novos motivos de interesse com a criação do núcleo interpretativo.Construída provavelmente no final da primeira metade do século XV, esta é a única Sinagoga edificada de raiz para o efeito em Portugal que chegou aos nossos dias. Após o édito de expulsão dos judeus, o edifício teve várias utilizações, desde cadeia a ermida católica, bem como celeiro e armazém de mercearias. Foi classificada como monumento nacional em 1921, e adquirida dois anos depois por Samuel Schwarz, judeu polaco investigador da Cultura Hebraica, que a recuperou e doou em 1939 ao Estado Português para a instalação do Museu Luso-Hebraico Abraão Zacuto.Excerto da transmissão da CERIMÓNIA | PRÉMIO NACIONAL DE REABILITAÇÃO URBANA | 2020, no YouTube, em 17.09.2020Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=9TleYLdQ7TM&feature=youtu.be&fbclid=IwAR3rFbgYNulHpTlynuCv2J0m6tkEwmNdLPouvf7Jwri4jWEh6t9MdAYmNkU

Publicado por Município de Tomar em Sexta-feira, 18 de setembro de 2020

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here