Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Julho 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | Nuno Godinho é o candidato do PSD à Junta da Serra/Junceira

Cerca de cem pessoas assistiram, no domingo, 23 de abril, na Associação Recreativa e Cultural do Chão das Maias, à apresentação da lista candidata à União de Freguesias de Serra e Junceira pelo Partido Social Democrata (PSD), encabeçada por Nuno Godinho.

- Publicidade -

João Tenreiro foi o primeiro a intervir, salientando a importância das freguesias no Poder Local e de que os presidentes de Junta são os mais próximos das pessoas, os primeiros a ouvir os anseios da população. Dirigindo-se a Nuno Godinho afirmou não ter qualquer dúvida que fará um bom trabalho, pela experiência que tem a nível do associativismo, tendo dado provas à sociedade civil que tem competências para gerir os dinheiros públicos e promover a proximidade entre as pessoas.

Luis Boavida, candidato à Câmara pelo PSD enalteceu as provas dadas a nível profissional e no associativismo por Nuno Godinho Foto: D.R.

- Publicidade -

Concluiu explicando que as freguesias de Serra e Junceira sempre foram social-democratas e que espera ter mais um representante do partido na Assembleia Municipal, pois ganhando a freguesia será eleito por inerência, ajudando assim, a conquistar a maioria dentro do órgão.

Luís Boavida enalteceu as provas dadas a nível profissional e no associativismo, por Nuno Godinho, que tem dado muito à freguesia sem pedir nada em troca. E fez alusão ao excelente mandato que desempenhou recentemente como presidente da Casa do Concelho de Tomar em Lisboa.
Sublinhou a tendência social-democrata das duas freguesias, recordando autarcas anteriormente eleitos, como Filipe Antunes (Junceira), José Hilário (Serra), Carlos Nunes (Serra) e Luís Marques (Junceira).

Referindo-se à equipa jovem que ia ser apresentada, acredita que terão muito para dar, ajudando a conquistar a freguesia como também a Câmara Municipal de Tomar, realçando a importância da ligação entre ambas e terminou oferecendo total disponibilidade para ajudar nesta conquista.

Na terceira intervenção, José Delgado afirmou que com a delegação de competências para as freguesias, estas não podem ser só “freguesias das valetas”, mas sim, com uma gestão mais profunda e rigorosa. Acreditando que esta lista saberá gerir, ouvir e envolver a comunidade.

Antes de dar a palavra ao candidato Nuno Godinho, apresentou os seguintes nomes da lista: José Margarido, Margarida Grego, Ramiro Fernandes, André Lopes, Gonçalo Pereira, Fábio Costa, Sílvia Oliveira, Fábio Abreu e Ana Oliveira como a lista que irá concorrer no dia 1 de outubro à União de Freguesias de Serra e Junceira.

Apresentação pública de Nuno Godinho decorreu a 23 de abril. Foto: D.R.

O cabeça de lista, Nuno Godinho, comprometeu-se a estar imediatamente disponível para trabalhar arduamente com alma e coração pela freguesia. Demonstrando de uma forma apaixonada que escolheu a Associação para a sua apresentação por ter sido a aldeia de Chão das Maias o local onde a mãe nasceu.

Garantiu trabalhar de uma forma diferente, reunindo com as direções das diversas associações, incluindo as duas instituições dedicadas à terceira idade, as associações recreativas e de pais e os industriais da região. Não esquecendo que as duas freguesias têm realidades diferentes e por isso, necessidades e prioridades diferentes. Entre as quais, a existência de fregueses que ainda não possuem água canalisada nas suas habitações.

O segundo compromisso foi de que como irão gerir dinheiros públicos, como poucos recursos, sabe que “cada cêntimo que for aplicado, terá que ser muito eficiente”.

Referindo-se à equipa já apresentada, sente-se descansado por ter pessoas das mais variadas vertentes, excelentes profissionais, muito ligados ao associativismo. Concluiu o seu discurso realçando que foi no associativismo que aprendeu a concretizar grandes feitos com pouco capital e que uma freguesia e um concelho só conseguem ser fortes, quando estão todos unidos.

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here