Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | Natal no centro histórico para miúdos e graúdos

O espírito natalício invade a Praça da República e o Centro Histórico de Tomar a partir desta sexta-feira, dia 1, com o arranque da iniciativa “Natal para miúdos e graúdos”. O programa dura até dia 16 com música, folclore, mostra de produtos e insufláveis às sextas-feiras e sábados .

- Publicidade -

As propostas para o primeiro final de semana são a arruada da Banda da Nabantina e o concerto do Grupo de Cantares Pedra e Cal do Centro Recreativo e Cultural de Alviobeira, às 11h00 e às 15h00 de sexta-feira, respetivamente. No sábado, pelas 15h00, chega a vez da atuação do Rancho Folclórico S. Miguel de Carregueiros.

O folclore e regressa na sexta-feira, dia 8, com o Rancho Folclórico “Os Canteiros” da Pedreira, a partir das 15h00, e a música uma hora depois com o Quinteto de Metais da Sociedade Filarmónica Gualdim Pais. Para o dia seguinte está agendada uma mostra de produtos de Natal entre as 14h30 e as 17h30, que acompanha as atuações do Rancho Folclórico “Os Camponeses” de Peralva, pelas 15h00, e do Rancho Folclórico “Os Camponeses” de Minjoelho, às 16h00.

- Publicidade -

O “Natal para miúdos e graúdos” termina no sábado, dia 16, com novas sugestões de folclore. A primeira é o Rancho Folclórico de Linhaceira, às 15h00, e a segunda o Rancho Folclórico e Etnográfico de Alviobeira, às 16h00. O programa encerra uma hora e meia mais tarde, quando terminam os insufláveis que estão na Praça da República em todas as datas entre as 14h30 e as 17h30.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome