- Publicidade -
Terça-feira, Dezembro 7, 2021
- Publicidade -

Tomar | Município entrega 220 refeições diárias a alunos do concelho

O serviço de refeições para os alunos do concelho subsidiados com escalão A passou a funcionar em regime take away na cidade e entrega ao domicílio no restante território do concelho, informou a Câmara de Tomar. Esta ação representa, até ao momento, cerca de 220 refeições diárias entregues em articulação entre o município, os dois Agrupamentos de Escolas e as 11 juntas de freguesia. A medida deverá ser implementada até final do ano letivo “no pressuposto de que o mesmo não venha a retomar a normalidade”.

- Publicidade -

Em nota enviada à imprensa, a autarquia refere que este serviço de refeições passou a ser implementado desde dia 6 de abril, com o “regime de take away na cidade, e entrega ao domicílio no restante território do concelho”.

Ainda assim, recorda-se que na cidade de Tomar as refeições podem ser levantadas pelos alunos do Agrupamento Nuno de Santa Maria na EB2/3 D. Nuno Álvares Pereira (das 11h45 às 12h30), e do Agrupamento Templários na Escola Secundária Jácome Ratton, das 12h00 às 13h30.

- Publicidade -

Já por forma a garantir o serviço de refeições a alunos residentes fora do perímetro urbano da cidade, estas irão ser entregues ao domicílio num “serviço extraordinário que funciona em alguns locais com meios municipais, e noutros com meios das respetivas juntas”.

Segundo a Câmara Municipal “todos os alunos e famílias referenciados foram contactados pelos serviços de educação do município ou da junta de freguesia respetiva, no sentido de perceber se necessitavam deste apoio”.

Ainda assim, em caso de falha ou alteração da situação, o aluno deve reportar o facto à  junta de freguesia da sua área de residência ou através do seu agrupamento de escolas, para os contactos: Agrupamento Nuno de Santa Maria – geral@aensm.pt / 249 328 360 ou Agrupamento Templários – esjr@mail.telepac.pt / 249 310 050

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome