Tomar | Município a trabalhar para dotar de melhores condições as praias fluviais da Albufeira

Praia fluvial de Alverangel, em São Pedro de Tomar, é um dos pontos muito requisitados pelos veraneantes. Foto: mediotejo.net

Tomar tem uma série de pontos que permitem aos veraneantes refrescar-se, dar um mergulho, apanhar sol e sair num passeio de barco, todos eles destacados como praias fluviais mas ainda a necessitar de alguma beneficiação em termos de equipamento de apoio e melhoria de acesso ao local. Para já, a autarquia encontra-se a trabalhar nos projetos para a praia fluvial de Montes e para a praia fluvial de Alqueidão, na freguesia de Olalhas, que estão praticamente concluídos mas cujas intervenções só deverão ocorrer a tempo da época balnear do ano seguinte.

PUB

O verão está aí em força, e chegado o mês das férias grandes, as aldeias tomarenses com acesso aos braços da Albufeira de Castelo do Bode enchem, acolhendo os filhos da terra que ali aproveitam para passar tempo em família ou com amigos, ou mesmo visitantes que se encontram a aproveitar este verão em contexto de pandemia para fazer férias “cá dentro” e que acabam por se juntar aos que já têm o hábito de ali se refrescar nas águas límpidas de Castelo do Bode.

Em declarações ao mediotejo.net, o vice-presidente da autarquia, Hugo Cristóvão, dá conta que o Município de Tomar, com diversos espaços já reconhecidos pela comunidade e não só enquanto pontos fluviais para ir a banhos durante o verão, está a trabalhar no sentido de dar outras condições e melhorar em termos das infraestruturas de apoio aos banhistas.

PUB

Pretende-se “dotar de infraestruturas de apoio aos banhistas, seja com equipamentos dentro de água, seja com a inclusão de um espaço de cafetaria ou de apoio à praia. Pretende-se dotar das condições melhor possíveis para quem ali se desloca”, diz.

Praia fluvial de Alqueidão. Foto: DR

Tanto a praia fluvial de Montes como a de Alqueidão (ambas na freguesia de Olalhas) encontram-se a aguardar novo parecer da Agência Portuguesa do Ambiente, estando a ser trabalhado o projeto que “está praticamente concluído”. A de Alqueidão foi a proposta vencedora do Orçamento Participativo lançado pela Câmara Municipal de Tomar, em 2017.

PUB

Na praia fluvial de Montes já existem alguns equipamentos para a prática de wakeboard, fazendo parte do circuito de cinco cable parks do Médio Tejo para a prática daquela modalidade.

“Num estádio mais atrasado está a praia de Vila Nova, na freguesia da Serra. Foi iniciativa, num primeiro momento, da própria junta de freguesia”, conta, referindo que a Câmara Municipal pegou recentemente no projeto para reformular algumas questões apontadas pela própria APA.

“Queremos que possa existir obra a tempo da próxima época balnear quanto a Montes e Alqueidão, já a praia de Vila Nova-Serra talvez demore, uma vez que o processo ainda é muito precoce”, admite o autarca.

Praia fluvial de Vila Nova-Serra. Foto: mediotejo.net

Entre as várias praias fluviais existentes no concelho, definidas em termos de ordenamento de território e junto da APA, surgem também Alverangel, na freguesia de São Pedro de Tomar, e a Bairrada, freguesia de Olalhas, na zona de passagem para a conhecida Ilha do Lombo, e em fronteira com o concelho de Ferreira do Zêzere.

No caso de Alverangel, explica Hugo Cristóvão, “não há nenhum projeto a avançar devido a problemas antigos que têm andado em tribunal com a questão do caminho de acesso, que o tribunal determinou como sendo privado e a junta de freguesia chegou a ser condenada. Não vamos avançar com projeto para esta praia fluvial enquanto não estiver resolvida a questão do acesso”, assume.

Quanto a Bairrada/Bairradinha “não é uma prioridade, pois a tipologia da praia já permite uma boa acessibilidade sem outros equipamentos”, dá nota.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here