Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Agosto 2, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar: Mostra de Teatro Concelhia começa na 6ª feira

Tomar será palco da Mostra de Teatro Concelhia a partir da próxima sexta-feira, dia 26. Edgar Allan Poe, Molière, Gil Vicente, Martins Pena e Miguel de Cervantes inspiraram cinco coletividades do concelho e os textos de Peter Cann, Therese Collins e Abel Neves serão interpretados numa co-produção do Teatro Regional da Serra de Montemuro e o Teatro Nacional D. Maria II. Seis espetáculos em cinco dias, quase todos gratuitos, prometem muita animação na cidade até ao cair do pano, a 5 de março.

- Publicidade -

Novo ano traz nova Mostra de Teatro Concelhia à cidade de Tomar, entre os dias 26 de fevereiro e cinco de março, com um programa que envolve cinco coletividades do concelho e uma coprodução do Teatro Regional da Serra de Montemuro e o Teatro Nacional D. Maria II. Os grupos locais terão o seu palco em diversos espaços no Complexo da Levada e o espetáculo final, o único sem entrada livre e um custo de €3,00, será realizado no Cine-Teatro Paraíso.

A estreia desta edição, no dia 26, é responsabilidade do Espaço Zero com duas sessões de “Demónios da Perversidade”, de Edgar Allan Poe, às 21h00 e às 23h00 no espaço Moagem à Portuguesa. Cada sessão está limitada a 20 pessoas, ou seja, apenas 40 terão a oportunidade de partilhar a atração do autor, poeta e crítico literário americano por universos densos e o retrato que algumas das suas histórias traçam do lado mais obscuro da mente.

- Publicidade -

São três as sugestões para o fim-de-semana nos Lagares da Levada. No sábado, dia 27, a ULTIMAcTO! traz a comédia “Médico à Força” de Cem Soldos. A adaptação de Molière chega pelas 21h00 e centra-se nas peripécias de Esganarelo, o médico que gosta de gastar uns trocos em bebida e fala sobre doenças, diagnósticos e remédios de forma pouco convencional.

Os dois espetáculos de domingo, 28, realizam-se às 16h30 e às 21h00. Gil Vicente e o seu “Auto da Barca do Inferno” são levados a cena à tarde pela Oficina de Teatro Canto Firme, dando a conhecer as diversas personagens que vão chegando junto do barqueiro do Inferno e do Céu na esperança de serem absolvidos pelo Anjo e escaparem da condenação do Diabo. A noite e a A.C.D. São Silvestre trazem “O Noviço”, do brasileiro Martins Pena, que gira em torno da ambição desmesurada de Ambrósio e o casamento por interesse com Florência, tutora de Carlos (a personagem principal) que o vilão quer colocar num seminário.

A semana começa com “Dom Quixote”, de Miguel Cervantes, no espaço da Fundição/Serralharia. O grupo Fatias de Cá acompanha D. Quixote de La Mancha a galope no seu Rocinante numa demanda universal pela ordem da cavalaria andante na segunda-feira, dia 29, a partir das 21h00.

Quatro dias depois, a 5 de março (sábado), a Mostra de Teatro Concelhia termina no Cine-Teatro Paraíso com “Memórias Partilhadas”, uma coprodução do Teatro Regional da Serra de Montemuro e o Teatro Nacional D. Maria II. O espetáculo está marcado para as 21h30 e é composto por três monólogos que revelam as ligações entre uma carteira, um lápis e uma almofada, com textos de Peter Cann, Therese Collins e Abel Neves.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome