Tomar | Morte de arquiteto José Inácio Rosa deixa Tomar mais pobre

Morte de arquiteto José Inácio Rosa deixa Tomar mais pobre. Foto: Carlos Silva

O arquiteto tomarense José Inácio da Costa Rosa, de Tomar, 92 anos, morreu no sábado, dia 7 de dezembro, na sua casa da Corredoura. O arquiteto tomarense, agraciado em 2017 pelo município de Tomar com a medalha municipal de valor e altruísmo, é uma personalidade ímpar na comunidade, referência profissional e cívica para gerações de nabantinos.

PUB

Figura conhecida e respeitada em Tomar, formou-se em arquitetura em 1951 na Escola Superior de Belas Artes em Lisboa, foi professor de desenho, artes visuais e geometria descritiva na antiga Escola Industrial e Comercial de Tomar, atual Jácome Ratton, e é autor de inúmeros projetos de arquitetura de edifícios no centro histórico de Tomar e de desenhos de várias publicações sobre a história de Tomar.

O corpo vai estar em câmara ardente este domingo na casa mortuária de Tomar, onde estará até às 14:45 de segunda-feira. O funeral realiza-se amanhã, dia 9 de dezembro, com missa de corpo presente na igreja de Santa Maria do Olival pelas 15:00, celebrada pelo padre João Borga, seguindo para o cemitério velho da cidade.
O município de Tomar já emitiu um comunicado onde agradece a sua obra e o seu exemplo e endereça à família enlutada as mais sentidas condolências.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here