Tomar | Lurdes Fernandes formaliza candidatura à concelhia do PSD com autárquicas em vista

“Mais PSD, Melhor Tomar” é o mote da candidatura de Lurdes Ferromau Fernandes para a corrida à liderança da Comissão Política Concelhia do PSD de Tomar. A formalização pública da candidatura decorreu no sábado, 27 de janeiro, e é motivada pela “vontade da mudança”, revelando Lurdes Fernandes que pretende que o PSD ganhe a Câmara nas autárquicas que se realizam daqui a quatro anos.

PUB

A candidata, de 52 anos e atualmente a exercer funções como Técnica Superior de Emprego, agradeceu o apoio indispensável recebido dos amigos, militantes e simpatizantes do PSD para o caminho que está a traçar.

A sessão começou com a apresentação de Luís Ramos, atual vereador do PSD na Câmara de Tomar, como o mandatário da candidatura de Lurdes Ferromau Fernandes. “Há mais de duas décadas um reconhecido empresário de sucesso no nosso concelho, com atividade que emprega cerca de 50 colaboradores. Pelo papel que desempenha na comunidade e as suas funções autárquicas é uma honra estar connosco”, sublinhou.

PUB
Lurdes Fernandes com o mandatário da sua candidatura, Luís Ramos e Graciete Honrado candidata à presidente de mesa da assembleia Foto: mediotejo.net

Luis Ramos disse aos presentes que se sentiu honrado em ter sido convidado para ser mandatário daquele que pode vir a ser o primeiro mandato de Lurdes Fernandes à frente da Comissão Política do PSD de Tomar. “Todos conhecemos o trabalho que a Lurdes Ferromau tem vindo a desenvolver desde 2013 enquanto presidente de Junta de Freguesia de São Pedro. Prova disso é o desenvolvimento da própria freguesia nos últimos anos com obras e infra-estruturas a serem implementadas apesar de todas as dificuldades”, realçou.

“Seriedade, Honestidade, Humildade e Trabalho são as palavras de ordem da nossa candidata a presidente da Comissão Política do PSD de Tomar”, elogiou, destacando que uma das suas prioridades nas últimas autárquicas passou por combater a saída dos jovens do concelho, um problema que urge inverter.

PUB

“A sua experiência como Técnica Superior no Centro de Emprego e o seu background em Economia irão ser uma mais valia na resolução deste problema grave e que precisa de ser combatido”, disse, acrescentando que “este novo projecto tem tudo para dar certo”.

Candidata à Comissão Política do PSD de Tomar recebeu o apoio de João Moura Foto: mediotejo.net

Lurdes Ferromau Fernandes apresentou ainda Graciete Honrado como candidata a presidente de Mesa da Assembleia, destacando o seu percurso profissional ligado ao Instituto Politécnico de Tomar na Escola Superior de Gestão. “Considero que vai ser um elemento-chave para a nossa equipa”, disse.

Graciete Honrado referiu que acredita que a candidata à liderança do PSD de Tomar “vai deixar Tomar em boas mãos”, sendo que sempre se dispôs a ajudar a construir um concelho melhor, não deixando de dizer “presente”, fazendo-o numa base de responsabilização, independência e dedicação ao interesse público. “Acredito que a Lurdes Fernandes sente essa vontade de mudar para melhor o concelho em que vivemos”, destacou.

A candidata à liderança do PSD de Tomar agradeceu as palavras de incentivo e disse que esta candidatura tem subjacente “a tal vontade de mudar”, tendo sido constatada a falta de eficácia dos resultados do PSD nas últimas autárquicas. 

Apresentação foi presenciada por dezenas de militantes e simpatizantes do PSD Foto: mediotejo.net

“O que se pretende é ter um PSD que vá de encontro às expectativas das pessoas. Temos que começar a trabalhar já. Não podemos perder tempo. O principal objcetivo é ganhar as eleições para a Câmara Municipal de Tomar e mais juntas de freguesia”, disse Lurdes Fernandes.

A candidata considera que tem alguma experiência em alguns dossiers e com uma equipa “a trabalhar em conjunto” vão conseguir resolver muitos dos problemas transversais ao concelho.

Indicou que pretende promover a formação dentro do PSD, sendo que esta é essencial para se alcançarem melhores resultados e fomentar a coordenação dos autarcas.

Lurdes Fernandes quer ainda melhorar a comunicação dentro do PSD, realizar assembleias de militantes regulares e ouvir e valorizar a comunidade civil, constituindo grupos de trabalho nos quais ela participe.

“Estamos aqui a propor-nos a desenvolver um trabalho, a partir de objectivos definidos, com uma equipa capaz”, indicou.

Na sessão, a candidata anunciou ainda Luís Filipe Boavida (ex-candidato do PSD à Câmara que teve que abdicar por questões de doença) como o principal mentor da sua candidatura.

 

 

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here