- Publicidade -

Sábado, Janeiro 22, 2022
- Publicidade -

Tomar | Leiturina, o novo serviço da biblioteca que empresta e entrega livros ao domicílio

A Biblioteca Municipal de Tomar António Cartaxo da Fonseca lançou um novo serviço em tempo de pandemia: a Leiturina. A ideia é funcionar como remédio no combate ao vírus, incentivando e promovendo a leitura. Assim, a partir de segunda-feira, dia 11 de maio, a Biblioteca passa a dispor de um serviço de empréstimo de livros e também entrega ao domicílio para pessoas inseridas no grupo de risco para a covid-19.

- Publicidade -

Este novo serviço assenta na lógica de combate ao isolamento social, bem como à preocupação e ansiedade que pode acatar.

“Os livros podem, sem dúvida, ajudar-nos a ultrapassar esta situação. Os livros levam-nos a outros mundos e fazem-nos companhia. Com eles podemos viajar sem sair de casa e viver aventuras fantásticas”, lê-se em informação da biblioteca.

- Publicidade -

Deste modo, a “Leiturina” vai iniciar enquanto serviço de empréstimo presencial na segunda-feira, dia 11 de maio, a todos os leitores interessados.

Para aceder a este serviço os leitores deverão efetuar uma reserva pelo e-mail biblioteca@cm-tomar.pt ou pelo telefone 910 711 445 e indicar os documentos (livros e audiovisuais) pretendidos ou da sua preferência.

- Publicidade -

A biblioteca disponibilizará todos os tipos de documentos que habitualmente empresta, desde livros, CD’s, DVD’s, etc.

Os prazos de empréstimo variam consoante os materiais: os livros serão emprestados durante um mês e os restantes tipos de documentos durante 15 dias. Os prazos não são renováveis.

Para efetuar o levantamento e devolução dos documentos, os utentes deverão dirigir-se à biblioteca de segunda a sexta-feira entre as 10 e as 12 horas. Se forem considerados pessoas de risco para a covid-19, a Biblioteca pode fazer a entrega dos livros ao domicílio.

Neste caso, os leitores poderão conhecer os títulos disponíveis através do catálogo da biblioteca em: http://bibliotecas.cm-tomar.pt/Opac

O pessoal que faz a entrega dos documentos ao utilizador estará munido de equipamento de proteção individual, e os documentos serão entregues dentro de um saco fornecido pela Biblioteca. A devolução dos documentos deverá ser feita no interior do mesmo saco em que foram entregues.

Na preparação dos livros e materiais requisitados, a pessoa responsável fará o manuseamento interno com luvas descartáveis e máscara de proteção, introduzindo-os nos sacos. Após a sua devolução, os documentos ficarão em quarentena durante uma semana.

A Biblioteca Municipal deixa assim a recomendação a todos os tomarenses, porque ler pode ser um dos melhores remédios neste combate ao novo coronavírus.

“Leiturina pode e deve causar habituação saudável. Tomar todos os dias – não há risco de sobredosagem. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas consulte a sua Biblioteca ou o catálogo online”, termina.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome