Tomar | José Delgado candidata-se à concelhia do PSD com um projeto “agregador” e “de futuro”

José Delgado, 59 anos, atual vereador da Câmara Municipal de Tomar, apresentou oficialmente a sua candidatura na corrida pela liderança da concelhia de Tomar do PSD. O social democrata, que foi cabeça de lista às eleições autárquicas de 2017, apresentou no domingo, 18 de outubro, a sua candidatura à presidência daquela estrutura política, juntamente com a lista que o apoia nas eleições agendadas para dia 24 de outubro. O candidato diz querer “colocar Tomar em primeiro lugar”, salientando uma equipa “agregadora e aberta” com “um projeto de
futuro e com dimensão, alicerçado no espírito de missão, na diversidade e na competência”.
Também na corrida, na lista oponente, concorre a atual presidente do PSD de Tomar, Maria de Lurdes Ferromau Fernandes, presidente da Junta de freguesia de São Pedro de Tomar.

A lista do atual vereador do PSD na autarquia, conta com Mário Matos dos Santos enquanto mandatário da candidatura e Adriana Madeira e Silva, enquanto mandatária da juventude. No lugar de vice-presidente da concelhia são apontados os nomes de Maria Luísa Lopes de Oliveira e Guilherme Nuno Madeira e Silva.

Maria Fernanda do Pranto Correia é indicada enquanto presidente da Mesa da Assembleia de Secção e António Manuel Jorge enquanto vice-presidente. Isabel Boavida é cabeça da lista dos candidatos a delegados à Assembleia Distrital. Nuno Magalhães é o apontado como representante dos TSD (Trabalhadores Social-Democratas).

PUB

Na sessão de apresentação, José Delgado afirmou querer “colocar Tomar em primeiro lugar, através do desenvolvimento, da fixação e captação de empresas, da criação de riqueza, da criação de emprego e justiça social, da fixação dos mais jovens e crescimento da população”, referindo contar com o apoio de uma equipa “que se rege e mergulha na competência e responsabilidade, que não tem receio de ter os melhores ao seu lado, que não nega oportunidades e onde todos têm lugar e palavra, uma equipa que se preza em saber ouvir e saber decidir, uma equipa líder e com dimensão, que saberá agregar e potenciar as ambições dos Tomarenses”, notou.

José Delgado é vereador da oposição na Câmara Municipal de Tomar, e foi também cabeça de lista à Câmara nas eleições autárquicas de 2017. Foto: DR

Por outro lado, o social-democrata refere que a sua candidatura partiu da “vontade de muitos dos militantes do PSD de Tomar, em criar e participar num projeto agregador e aberto, um projeto de futuro e com dimensão, um projeto alicerçado no espírito de missão,
na diversidade e na competência”.

José Delgado diz que o mote deste projeto encabeçado por si pretende criar “uma nova
abordagem para Tomar”, assente em “saber agregar, saber ouvir, saber decidir”.

O candidato frisou ainda que pretende apostar no futuro, com a criação e desenvolvimento de um projeto “que rasgue com a mediocridade e com as vistas curtas e de pequena dimensão” e que saiba “travar as lutas necessárias, para fazer valer os interesses de Tomar e não se intimidar com o peso das intuições do estado, que teimam em lesar Tomar e os Tomarenses”.

O atual vereador na Câmara Municipal de Tomar refere que a sua candidatura servirá “uma alavanca para o PSD de Tomar”, que entre os objetivos definidos pretende “reforçar e expandir o PSD de Tomar; reforçar as relações com as estruturas regionais, distritais e nacionais; lutar pela inclusão de Tomar, nos órgãos distritais e nacionais; exaltar a verdadeira força dos militantes do PSD de Tomar; dar voz e acolher força dos militantes e simpatizantes do PSD de Tomar; saber agregar e alavancar os conhecimentos dos autarcas eleitos pelo PSD de Tomar”.

José Delgado concorre à presidência do PSD de Tomar, e tem a concorrência da atual presidente, Lurdes Fernandes. Foto/ arquivo: mediotejo.net

José Delgado afirma ainda serem princípios da sua candidatura o apoio aos autarcas eleitos pelo partido, bem como ao grupo das “Mulheres Social Democratas” e dos “Trabalhadores Social Democratas”, não descurando a colaboração e interação com a “Juventude Social Democrata”.

O candidato tem os olhos postos no futuro do concelho de Tomar, assumindo que quer ser, além de uma alavanca para a concelhia do PSD, uma alavanca para o desenvolvimento do concelho, referindo querer “afirmar Tomar e potenciar os seus atributos, dinamizar o território como um todo; mobilizar, envolver e agregar vontades e ações dos Tomarenses; mobilizar e interagir com as instituições e entidades existentes no concelho”.

“Tomar tem tudo, mas temos de trabalhar para potenciar, dinamizar e melhorar”, terminou o social-democrata.

Natural de Odivelas, José Delgado conta com um extenso currículo profissional e académico, sendo mestre em Engenharia Civil e professor no Instituto Superior Autónomo de Estudos Politécnicos. É ainda presidente do conselho diretivo da secção regional do sul da Ordem dos Engenheiros Técnicos. Foi cabeça de lista pelo PSD à Câmara Municipal de Tomar nas eleições autárquicas de 2017.

PUB
Joana Rita Santos
Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).