PUB

Tomar | IPT vai abrir novo procedimento concursal para adequar redes de internet

Nenhuma das seis empresas que responderam ao concurso aberto pelo Instituto Politécnico de Tomar no sentido de vir a dotar o Campus de Tomar e as instalações da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes (ESTA), de adequadas redes de switching (rede cablada Ethernet e de ligação à Internet) e wireless (rede de ligação à Internet sem cabos), corresponderam às exigências do caderno de encargo pelo que terá de ser aberto um novo procedimento concursal, disse ao mediotejo.net o presidente do IPT, Eugénio Pina de Almeida.

PUB

O responsável disse que o caderno de encargos vai ser revisto possibilitando que as empresas que concorreram da primeira vez o possam voltar a fazer, sendo que todas elas foram avisadas dos resultados e porque motivo ficaram excluídas. O concurso deverá ser publicado muito em breve em Diário da República.

Segundo se pode ler no despacho publicado a 4 de janeiro em DR, a execução do contrato a celebrar em resultado daquele procedimento decorreria de 2018 a 2023, estimando-se uma despesa global de 255 mil e 840 euros (IVA incluído) dividida por aqueles anos.

PUB

Joaquim Pombo, Diretor do Centro de Informática e Sistemas do IPT disse na ocasião ao mediotejo.net que os equipamentos que asseguram os atuais serviços de internet e comunicação WiFi do IPT e das suas Escolas, no campus em Tomar e em Abrantes têm atualmente 12 anos de vida útil. “Já não respondem com qualidade aos mínimos exigidos quer pela nossa comunidade académica, quer pelas instituições que constituem a rede científica nacional, tornando-se por isso necessário a sua substituição”, explicou.

O objetivo passa por substituir as redes de switching (rede cablada Ethernet e de ligação à Internet) e wireless que, de acordo com o mesmo, “são já muito antigas, desatualizadas e apresentam graves e irreparáveis deficiências de funcionamento”.

O concurso vai ter como principais objetivos reforçar os níveis de qualidade da atual rede, suportado na contratação de um serviço de gestão, operação e manutenção da infraestrutura de rede de switching e sem fios do IPT.

Este serviço inclui equipar o Campus do IPT, em Tomar, e as instalações em Abrantes com equipamentos de switching, equipar e garantir a cobertura wireless, disponibilizando acesso wireless aos utilizadores e garantindo um acesso sem limitações.

Em  relação aos benefícios que resultarão em concreto para a comunidade IPT, com esta medida, os mesmos passam, principalmente, pelo reforço dos níveis de cobertura e fornecimento de serviços associados de toda a rede do IPT e por  uma maior fiabilidade, performance, escalabilidade e versatilidade de toda a infraestrutura de rede do Instituto.

PUB
PUB
Elsa Ribeiro Gonçalves
Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).