Quinta-feira, Março 4, 2021
- Publicidade -

Tomar: Investigadores estudam antigo cemitério na Gruta do Morgado Superior

A escavação da Gruta do Morgado Superior, situada na freguesia de Além da Ribeira/Pedreira, em Tomar – e que decorre até final de Julho –  tem como objetivo compreender como era usado este espaço funerário durante a Pré-história recente.

- Publicidade -

Até ao momento Já foram encontradas ossadas de 195 indivíduos, informou o presidente de Junta, Alexandre Horta.

A equipa multidisciplinar que faz parte do PIPA, cujo acrónimo é “Meandro CVR”, tem permitido aplicar metodologias inovadoras com membros provenientes das Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Universidade do Porto, Universidade de Coimbra, Universidade de Évora, Universidade de Kent, Consejo Superior de Investigaciones Científicas de Barcelona, Instituto Politécnico de Viana do Castelo, Laboratório HERCULES, Instituto do Mar e da Atmosfera, Centro de Estudos de Actividades Especiais – Liga da Protecção da Natureza,Sociedade de História Natural de Torres Vedras e Centro de Pré-História do Instituto Politécnico de Tomar.

- Publicidade -

Ana Cruz e Ana Curto foram as impulsionadoras deste projecto em 2015 e que viria a ser aprovado em 2016 por um júri universitário nomeado pela DGPC.

A importância desta cavidade para o estudo das populações holocénicas é-nos dada pelo número Mínimo de Indivíduos estimado até ao momento.

“De entre as grutas naturais do País às quais se procedeu a análise antropológica a Gruta do Morgado Superior é uma das que até ao momento apresentou o maior número mínimo de indivíduos em Portugal tendo sido contabilizados 195 indivíduos dos quais 131 eram adultos e 64 não adultos, refere o estudo.

A Junta de Freguesia de Além da Ribeira/Pedreira e a Câmara Municipal de Tomar apoiam os trabalhos contribuindo com alojamento e alimentação no Centro de Dia de Além da Ribeira.

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).