Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | Festa dos Tabuleiros foi retirada da lista de nomeados às 7 Maravilhas

O assunto já havia gerado debate em reunião de Câmara Municipal, tendo posteriormente a autarquia, a Santa Casa da Misericórdia e a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros emitido um comunicado a demarcar-se da candidatura da Festa-maior dos tomarenses às 7 Maravilhas da Cultural Popular. Acontece que, tanto a Festa dos Tabuleiros como o Círio de Nossa Sra. da Piedade tinham selo de nomeados para a fase de eliminatórias regionais, decorrida a 7 de junho. A Festa dos Tabuleiros acabou por ser retirada da listagem da organização, não tendo sido incluída na votação. Em causa está o facto de um particular ter efetuado as candidaturas sem conhecimento da autarquia ou da Comissão da Festa. Anabela Freitas, presidente da autarquia, desafia a pessoa em questão a assumir publicamente o porquê de o ter feito.

- Publicidade -

O assunto já havia gerado debate em reunião de Câmara Municipal, tendo posteriormente a autarquia, a Santa Casa da Misericórdia e a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros emitido um comunicado a demarcar-se da candidatura da Festa-maior dos tomarenses às 7 Maravilhas da Cultural Popular. Acontece que, tanto a Festa dos Tabuleiros como o Círio de Nossa Sra. da Piedade tinham selo de nomeados para a fase de eliminatórias regionais, decorrida a 7 de junho. A Festa dos Tabuleiros acabou por ser retirada da listagem da organização, não tendo sido incluída na votação. Em causa está o facto de um particular ter efetuado as candidaturas sem conhecimento da autarquia ou da Comissão da Festa. Anabela Freitas, presidente da autarquia, desafia a pessoa em questão a assumir publicamente o porquê de o ter feito.

Conforme o mediotejo.net já havia noticiado, a autarca Anabela Freitas (PS) já havia admitido que se pretende manter o foco na candidatura da Festa-maior do povo tomarense a Património Imaterial da Humanidade da UNESCO, não pretendendo que nada no caminho prejudique o processo.

- Publicidade -

Assim, na reunião de Câmara de dia 8 de junho, a edil aproveitou para mostrar “agrado” pelo facto de a candidatura da Festa dos Tabuleiros às 7 Maravilhas da Cultura Popular ter sido retirada e não ter integrado a votação nas eliminatórias decorridas no domingo, dia 7, com uma emissão especial na RTP1.

“Felizmente a organização foi sensível ao comunicado conjunto entre a Câmara, a Santa Casa da Misericórdia e a Comissão Central, em que nos demarcávamos completamente de qualquer inscrição da Festa dos Tabuleiros, porque entendemos que não temos esse direito e achamos que prejudica a classificação da Festa dos Tabuleiros como Património Cultural Imaterial nacional, que depois serve para Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO, que é isso que os tomarenses há décadas reivindicam”, sublinhou Anabela Freitas.

Na ocasião, a autarca voltou a sublinhar não ter sido a Câmara Municipal a fazer a inscrição da Festa dos Tabuleiros, e desafiou a pessoa que fez a candidatura a vir a público assumir que o fez e os motivos.

“Podem achar que é pedantismo, mas entendemos que a Festa dos Tabuleiros não se compara a uma Festa da Sardinha, estamos num patamar completamente diferente. Temos que dar dignidade àquilo que é a festa”, afirmou a edil.

Ainda que a Anabela Freitas acredite que a pessoa que inscreveu a Festa dos Tabuleiros o possa ter feito “com a melhor das boas intenções”, considera que seria bom “que viesse a público dizê-lo, porque quem faz uma coisa destas tem que dar a cara (…) está a falar dos tomarenses”, concluiu.

Recorde-se que o Círio de Nossa Senhora da Piedade e a Festa dos Tabuleiros conseguiram o selo de nomeados às 7 Maravilhas da Cultura Popular, tendo estado entre 32 patrimónios da região do Médio Tejo candidatos à fase de eliminatórias regionais. Na emissão do dia 7 de junho o Círio de Nossa Senhora da Piedade não passou à próxima fase.

Nesse dia a região do Médio Tejo apurou seis em sete tradições – Mação (com duas), Sardoal, Alcanena, Constância e Torres Novas, para a final regional do distrito de Santarém. Também a Sertã viu uma candidatura apurada para final regional em Castelo Branco.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome