- Publicidade -

Tomar | Faleceu Carlos Rodarte Veloso, professor e investigador do IPT

Faleceu o professor Carlos Rodarte Veloso, aos 73 anos, e que foi docente do Instituto Politécnico de Tomar. Faleceu debilitado após ter sido vítima de doença prolongada. Foi também militante do PS, tendo sido dirigente durante vários mandatos nos órgãos da concelhia tomarense. Lecionava voluntariamente na Universidade Sénior de Tomar desde 2019.

- Publicidade -

Carlos José Rodarte de Almeida Veloso, nasceu em Torres Vedras, a 3 de Maio de 1947. Licenciado em História pela Universidade de Coimbra e Mestre em História Moderna pela Universidade de Coimbra, foi membro da Associação Portuguesa de Historiadores de Arte, membro do GACC – Grupo de Amigos do Convento de Cristo e presidente da Assembleia Geral da Associação “Amigos do Núcleo de Arte Contemporânea” de Tomar.

Detentor de um vasto currículo, foi também professor de Ensino Básico e Secundário, até ser docente e coordenador no Instituto Politécnico de Tomar durante décadas, tendo lecionado na área da História e História de Arte entre outras unidades curriculares, bem como coordenando diversos projetos e cursos daquele politécnico, na Escola Superior de Tecnologia de Tomar.

- Publicidade -

Autor de diversas obras de poesia e ficção, artigos científicos de História, História de Arte, cultura, religião, património e sobre Tomar, e colaborador ativo de diversos meios de comunicação social local e nacional, desde imprensa escrita, rádios e televisões, assinou centenas de rubricas, textos e artigos e crónicas.

Residente em Casal das Atalaias, faleceu no hospital de Tomar, aos 73 anos. As cerimónias fúnebres decorrem esta quarta-feira, dia 31 de março, no crematório do Entroncamento, pelas 15h30.

Aos familiares e amigos, o mediotejo.net endereça as mais sentidas condolências.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -