Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Setembro 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | Exposição “Mercadoria Humana” sensibiliza para o tráfico de seres humanos

A Delegação da Ordem dos Advogados de Tomar, em colaboração com o Instituto Politécnico de Tomar, aliou-se à Saúde em Português (Coimbra) para divulgar o projeto MERCADORIA HUMANA 4. Inaugura esta quinta-feira, dia 9, a exposição “Mercadoria Humana” no Complexo Cultural da Levada de Tomar, uma das iniciativas deste projeto e que estará patente até dia 11 no local.

- Publicidade -

O projeto MERCADORIA HUMANA 4 visa a “sensibilização sobre o crime de tráfico de seres humanos”, sendo que atua na região centro do país, direcionado a estudantes, técnicos/as da área social, educação, emprego e saúde, a magistrados, advogados, órgãos de polícia criminal, bem como, a públicos considerados vulneráveis.

A sua missão passa assim por “sensibilizar, informar e prevenir grupos estratégicos nas mais diversas áreas de atuação e esclarecer/alertar os tais grupos mais vulneráveis, bem como alertar e responsabilizar todos para os seus deveres cívicos na denúncia e combate a este crime público cada vez mais frequente”.

- Publicidade -

Assim, de 9 a 11 de setembro, estará patente no Complexo Cultural da Levada a exposição Mercadoria Humana, com fotografia da autoria de Pedro Medeiros e de trabalhos de artes plásticas elaborados pelos alunos da Escola Universitária de Artes de Coimbra.

A inauguração da exposição terá lugar esta quinta-feira, dia 9, às 11h30.

Segue-se, pelas 14h00, uma ação de sensibilização sobre o Tráfico de Seres Humanos no Auditório Dr. José Bayolo Pacheco de Amorim, no IPT.

Para assistir de forma segura a esta Acção de Sensibilização será necessário efectuar inscrição em: https://forms.gle/ynYomnEmRwZesuwt5

Já no dia 10, pelas 18h00, será apresentado no Complexo Cultural da Levada o livro de João Carlos Ribeiro da Cruz, intitulado “Lenocínio vs Prostituição, Visão dos Magistrados e Polícias”, no Complexo Cultural da Levada. Parte das vendas deste livro revertem a favor da APAV.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome