- Publicidade -

Tomar: Ex-vice presidente da autarquia entrega pelouros após ser substituído

O vereador na autarquia tomarense Rui Serrano renunciou na tarde desta segunda-feira, 4 de janeiro, a todos os pelouros que tinha na Câmara de Tomar, após ter sido substituído no cargo de vice-presidente. A tomada de posição – manifestada no decurso da reunião de executivo camarário –  surge na sequência da decisão da presidente da Câmara, Anabela Freitas, entregar a vice-presidência ao vereador Hugo Cristóvão. Uma decisão que foi conhecida pouco antes da reunião ter tido início. 

- Publicidade -

Numa declaração que leu durante a reunião, Rui Serrano refere que enquanto eleito pelo Partido Socialista a Câmara Municipal de Tomar para o mandato 2013-2017 renuncia aos pelouros que me foram conferidos, pelo o despacho 4/2013 de 22 Outubro de 2013.

IMG_1840
Rui Serrano sentou-se no local habitual de Hugo Cristóvão

- Publicidade -

“Agradeço a todos os trabalhadores que me acompanharam com empenho e dedicação no acreditar que era possível fazer mais e melhor pelo o Municipio, pela cidade e pelo concelho de Tomar nestes dois anos de mandato. Um especial agradecimento ao vereador Hugo Cristovao pelo seu apoio e empenho no acreditar que era possível a mudança para Tomar e para os Tomarenses. Um agradecimento sentido ao vereador da coligação Bruno Graça sempre presente nos bons e maus momentos. E um agradecimento público de todo o apoio manifestado do Presidente da Assembleia Municipal de Tomar Prof. José Pereira na forma e atuação exemplar ao longo deste tempo”, referiu.

Rui Serrano acrescentou que irá manter a sua participação neste executivo como vereador em regime de não permanência, cumprindo o mandato até 2017 enquanto eleito pelo o Partido Socialista nas últimas eleições autárquicas.

IMG_1838
Momento em que Rui Serrano leu a declaração de renúncia

Não foi a única mudança na Câmara de Tomar no início deste ano. O chefe de gabinete da presidente e companheiro afectivo desta demitiu-se do cargo,  após ter sido  bastante criticado e estar envolvido em várias polémicas políticas.

A posição de Rui Serrano pode causar alguns constrangimentos à governação de Anabela Freitas que, deste modo, fica sem maioria absoluta no executivo, tendo que contar com Bruno Graça, da CDU, com que estabeleceu uma coligação.

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -