Tomar: Ex-vice presidente da autarquia entrega pelouros após ser substituído

O vereador na autarquia tomarense Rui Serrano renunciou na tarde desta segunda-feira, 4 de janeiro, a todos os pelouros que tinha na Câmara de Tomar, após ter sido substituído no cargo de vice-presidente. A tomada de posição – manifestada no decurso da reunião de executivo camarário –  surge na sequência da decisão da presidente da Câmara, Anabela Freitas, entregar a vice-presidência ao vereador Hugo Cristóvão. Uma decisão que foi conhecida pouco antes da reunião ter tido início. 

PUB

Numa declaração que leu durante a reunião, Rui Serrano refere que enquanto eleito pelo Partido Socialista a Câmara Municipal de Tomar para o mandato 2013-2017 renuncia aos pelouros que me foram conferidos, pelo o despacho 4/2013 de 22 Outubro de 2013.

IMG_1840
Rui Serrano sentou-se no local habitual de Hugo Cristóvão

“Agradeço a todos os trabalhadores que me acompanharam com empenho e dedicação no acreditar que era possível fazer mais e melhor pelo o Municipio, pela cidade e pelo concelho de Tomar nestes dois anos de mandato. Um especial agradecimento ao vereador Hugo Cristovao pelo seu apoio e empenho no acreditar que era possível a mudança para Tomar e para os Tomarenses. Um agradecimento sentido ao vereador da coligação Bruno Graça sempre presente nos bons e maus momentos. E um agradecimento público de todo o apoio manifestado do Presidente da Assembleia Municipal de Tomar Prof. José Pereira na forma e atuação exemplar ao longo deste tempo”, referiu.

PUB

Rui Serrano acrescentou que irá manter a sua participação neste executivo como vereador em regime de não permanência, cumprindo o mandato até 2017 enquanto eleito pelo o Partido Socialista nas últimas eleições autárquicas.

IMG_1838
Momento em que Rui Serrano leu a declaração de renúncia

Não foi a única mudança na Câmara de Tomar no início deste ano. O chefe de gabinete da presidente e companheiro afectivo desta demitiu-se do cargo,  após ter sido  bastante criticado e estar envolvido em várias polémicas políticas.

PUB

A posição de Rui Serrano pode causar alguns constrangimentos à governação de Anabela Freitas que, deste modo, fica sem maioria absoluta no executivo, tendo que contar com Bruno Graça, da CDU, com que estabeleceu uma coligação.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here