Tomar | Eugénio Almeida despede-se da presidência do Instituto Politécnico (IPT)

Eugénio Almeida, presidente do IPT, cede esta terça-feira, dia 16 de abril, o seu lugar a João Coroado. Foto: mediotejo.net

Eugénio Pina de Almeida vai deixar o cargo de presidente do Instituto Politécnico de Tomar (IPT) este ano, cargo que exerce desde 2010, estando a concluir seu segundo e último mandato. O Instituto Politécnico de Tomar (IPT) iniciou em outubro o processo de eleição para um novo mandato de quatro anos do novo presidente da instituição, já que o atual terminará as suas funções em dezembro de 2018.

PUB

O presidente do Instituto Politécnico de Tomar, Eugénio Pina de Almeida, aproveitou a sessão de abertura Solene de Ano Lectivo 2018/2019, que decorreu esta semana, para se despedir do cargo, sublinhando aquele que considera um importante desafio para o futuro da instituição: “a necessidade da instituição adequar, cada vez mais, a sua oferta formativa ao mercado de trabalho, nomeadamente, ao da nossa região”.

“Esta é seguramente a última intervenção na qualidade de presidente do IPT. Não me cabe a mim fazer um balanço da minha situação. Assumi estas funções tendo por base um conjunto de princípios e convicções e é por isso que penso devo fazer, em vez de um balanço, uma breve reflexão para o futuro sobre os desafios que recaem sobre a nossa comunidade académica e instituição”, referiu.

PUB
Eugénio Almeida. Foto: mediotejo.net

Eugénio de Almeida referiu que este é um país “completamente assimétrico, um no litoral e outro no interior”, salientando que cada vez mais as instituições de ensino devem adequar a sua oferta formativa às necessidades do mercado de trabalho.

Sobre esta matéria, o presidente do IPT reconheceu que pode existir um problema entre os perfis que se estão a criar e as necessidades reais do mercado de trabalho.

PUB

“Há um dilema entre a oferta formativa/mercado de trabalho. Entre os perfis que estamos a criar e os que são necessários . Esta é uma questão que deve merecer a nossa atenção e acompanhamento, no presente e no futuro”, desafiou.

Instituto Politécnico de Tomar
Foto: DR

O anúncio do período de abertura de candidaturas decorre desde 19 de outubro e até ao dia 3 de dezembro. O processo eleitoral, bem como a respetiva calendarização, encontram-se regulados no Regulamento de Eleição do Presidente do Instituto Politécnico de Tomar, disponível para consulta em www.ipt.pt.

Fundado em outubro de 1986, o Instituto Politécnico de Tomar  – com campus em Tomar e Abrantes e várias unidades de formação em diversos concelhos do Médio Tejo – agrega cerca de 2 mil alunos e 350 funcionários, entre corpo docente e não docente. Eugénio Almeida é o atual presidente do IPT e já não se pode recandidatar.

Eugénio Pina de Almeida, 51 anos de idade, é doutorado em Ciências Geofísicas. Entre 1999 e 2005 foi diretor da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes.  De 2005 a 2010 foi vice-presidente do IPT. Em 2010 foi eleito presidente do IPT, estando a concluir o seu segundo e último mandato.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here