Tomar estabelece geminação com Cidade Velha (Ribeira Grande de Santiago)

Foto: CMT

A Câmara Municipal de Tomar assinou na quarta-feira, dia 22 de julho, um protocolo de geminação com Cidade Velha (Ribeira Grande de Santiago, Cabo Verde), através de videoconferência. Na sessão participaram o presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago, Manuel Monteiro de Pina, e o vice-presidente da Câmara Municipal de Tomar, Hugo Cristóvão, bem como os presidentes de ambas as Assembleias Municipais, as chefes de Divisão de Turismo e Cultura de ambos os municípios, e a vereadora Filipa Fernandes.

PUB

Em nota de imprensa, a Câmara Municipal de Tomar salienta que Cidade Velha (atualmente Ribeira Grande de Santiago) foi “a primeira cidade a ser construída por portugueses na África subsariana, tornando-se, por consequência, a primeira cidade do arquipélago de Cabo Verde e capital de Diocese”.

A assinatura de protocolo decorreu em videoconferência. Foto: CMT

“Além desta união baseada nos Descobrimentos e na Ordem dos Templários, ambas as cidades estão inscritas na lista da UNESCO, Tomar com o Convento de Cristo desde 1983 e a própria Cidade Velha considerada Património Mundial da Humanidade desde 2009”, pode ler-se.

PUB

Mais se acrescenta que existem “várias ligações históricas, culturais e patrimoniais” que ligam a Cidade de Tomar a Cidade Velha, lembrando o caso do escritor tomarense Pedro Silva que é patrono da biblioteca daquela cidade cabo-verdiana, cidadão honorário e também já homenageado pelo município tomarense. Também é sublinhada a frequência do Instituto Politécnico de Tomar por “vários alunos cabo-verdianos”.

Ribeira Grande de Santiago (antiga Cidade Velha), em Cabo Verde, estabelece geminação com Tomar, fortalecendo ligações culturais, patrimoniais e históricas. Esta é a terceira geminação da cidade de Tomar desde a década de 90. Foto: UCCLA

Para a Câmara Municipal de Tomar, este protocolo de geminação oficializa “a ligação inequívoca entre estas duas cidades que partilham uma herança histórica e cultural em comum”, algo comungado pelo vice-presidente Hugo Cristóvão, que crê que “essa herança deve traduzir-se cada vez mais em presente e futuro, contribuindo para o desenvolvimento cultural, educacional, mas também turístico e económico da promoção conjunta dos dois concelhos”, termina a mesma nota.

PUB

Recorde-se que esta será a terceira geminação que Tomar terá, e foi aprovada por unanimidade na reunião de executivo camarário de 5 de agosto de 2019. A cidade nabantina estava já geminada com duas cidades: Hadera, em Israel (desde 28 de junho de 1983) e Vincennes, em França (desde 20 de outubro de 1998), segundo a ANMP.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here