Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Setembro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | Encontro de agentes e associações da Rede Cultura 2027 na Biblioteca Municipal

O auditório da Biblioteca Municipal de Tomar recebe esta terça-feira, dia 22, pelas 21h00, o terceiro ciclo de encontros com agentes culturais dos 26 municípios que integram a candidatura Rede Cultura 2027. Neste encontro são convidadas a participar associações do concelho de Tomar, um dos municípios-membro da candidatura.

- Publicidade -

Este encontro visa dar continuidade à estratégia definida pela candidatura para o ano de 2019, com enfoque “em quem faz cultura”, estando previsto para 2020 mudar-se o foco para “quem consome cultura”. O fio condutor mantém-se, sendo objetivo principal “rentabilizar e conferir eficácia à programação e à divulgação cultural”, promovendo o “conhecimento mútuo dos diversos agentes, planear a médio e longo prazo, articular calendários, potenciar relações entre agentes e áreas culturais, e melhorar a comunicação da cultura”, pode ler-se em nota de imprensa enviada ao nosso jornal.

Em Tomar serão apresentadas considerações sobre a plataformas digital e a “Agenda Cultural” da mesma, bem como será apresentada a aplicação para dispositivos móveis lançada pela Rede.

- Publicidade -

Recorde-se que no dia 22 de Fevereiro de 2019 foi assinado, no Museu de Leiria, um manifesto por todos os municípios que integram a REDE CULTURA 2027, documento onde 26 vilas e cidades assumem a vontade de constituírem uma rede que promova a partilha de criações e recursos artísticos e culturais no território.

Estão atualmente inseridos neste projeto 1277 agentes culturais e 147 eventos em agenda.
Da região do Médio Tejo integram a Rede Cultura 2027 os concelhos de Alcanena, Ourém, Tomar e Torres Novas, que apoiam a candidatura de Leiria a Capital Europeia da Cultura.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome