Tomar | Empreitada de requalificação da Várzea Grande sofre aumento de 2,5 milhões de euros

O executivo camarário de Tomar analisou na reunião de câmara de segunda feira, 17 de setembro, a empreitada de requalificação da Várzea Grande que ficou deserta, ou seja, não registou concorrentes no primeiro concurso. Neste segundo processo, a empreitada sofre também um aumento de 2,5 milhões de euros, anunciou Anabela Freitas (PS), presidente da autarquia.

PUB

O vereador José Delgado (PSD) questionou que medidas estão a ser tomadas para que o novo concurso não fique sem concorrentes, tendo a presidente da câmara referido que “foram ouvidas as dúvidas levantadas pelos empreiteiros e que foi revista a redação de modo a ser mais elucidativa”.

Já a vereadora Célia Bonet (PSD) recordou as sugestões feitas pelo PSD em relação, por exemplo, ao estacionamento de autocarros, tendo Anabela Freitas avançado que já falaram com operadores turísticos para recolherem opiniões sobre a tomada e largada de passageiros nalguns pontos da cidade.

PUB

A obra, a partir de um projecto do arquiteto Lourenço Gomes, prevê cerca de 210 lugares de estacionamento nas laterais e à volta do tribunal, prevendo-se ainda um parque para autocarros na zona sul da placa central da Várzea, em frente ao terminal da rodoviária.

Entre as mudanças previstas está incluída nova iluminação, a renovação total do arvoredo, o abate de todas as árvores existentes e plantação de novas, a criação de uma ciclovia, uma paragem de autocarros de turismo na zona sul, a colocação de bancos, papeleiras e bebedouros e a criação de dois percursos pedonais debaixo das árvores, nos lados nascente e poente da Várzea.

O projeto prevê ainda a criação de uma rotunda em frente à estação da CP, onde será colocado o monumento ao soldado desconhecido, com arranjo da envolvente, a renovação do adro em frente ao Convento de S. Francisco, a manutenção do padrão, a substituição do alcatrão por lajedo de pedra de granito composto por paralelepípedos nas zonas nascente, poente e sul ao palácio da justiça e Av. Bernardo Faria, entre outras.

Está ainda prevista a criação de sanitários públicos junto à antiga abegoaria e a criação de área para carregamento de viaturas elétricas, investimentos incluídos no novo caderno de encargos.

Por causa destas obras, a Feira de Santa Iria irá realizar-se nas imediações do Mercado Municipal já no próximo mês de outubro.

PUB
PUB
Elsa Ribeiro Gonçalves
Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).