Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Outubro 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar é finalista do concurso ‘7 Maravilhas à Mesa’

A gastronomia de Tomar foi eleita no domingo finalista das 7 Maravilhas à Mesa na gala realizada na cidade templária em espetáculo transmitido em direto pela RTP, a partir da Praça da República.

- Publicidade -

O “7 Maravilhas à Mesa” é a sétima eleição realizada em Portugal, promovendo os patrimónios que marcam a nossa identidade nacional. Vinhos, azeites, pratos e petiscos, roteiros, eventos e experiências eno-gastronómicas compõem as “mesas” a concurso.

A Mesa de Tomar concorreu com cabrito assado no forno, vinhos (tinto, Convento de Tomar Reserva 2013), azeites (Azeite Sete Montes), e pão cozido em forno de lenha, em mesa associada ao Convento de Cristo e a uma unidade hoteleira (Hotel dos Templários).

- Publicidade -

Nesta gala foram apresentadas as Mesas de Arraiolos, a Mesa de Chaves, a Mesa de São Roque do Pico, a Mesa de Sever do Vouga, a Mesa de Silves, a Mesa de Sintra e a Mesa de Tomar, tendo sido eleitas as de Chaves e de Tomar.

Em 7 galas com emissão televisiva serão eleitas 2 mesas finalistas, num total de 14. A final está agendada para o dia 16 de setembro.

O objetivo das 7 Maravilhas à Mesa é promover as regiões e o mundo rural, através da gastronomia e dos vinhos, fomentando o turismo e as experiências no território. Um país tão pequeno, mas tão rico na sua diversidade de pratos de norte a sul do país e ilhas e no desafio da sua harmonização com os vinhos produzidos localmente e a oferta turística adjacente.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome