Tomar | Cobrança de tarifas de estacionamento recomeçou mas de forma faseada

Foto: mediotejo.net

O Município de Tomar confirmou o reinício da cobrança de tarifas de estacionamento a partir desta quarta-feira, dia 1 julho, hipótese que já tinha aliás sido avançada pela autarca tomarense Anabela Freitas. O Município refere que a cobrança de estacionamento nos  parquímetros da cidade é essencial para “regulação e rotatividade do parqueamento”. A cobrança vai ser retomada de forma faseada. Para já não serão cobradas tarifas nas zonas de estacionamento das imediações da Várzea Grande, uma vez que ainda decorrem obras nesta parte da cidade.

PUB

Segundo a autarquia, a partir desta quarta-feira, dia 1 de julho, é retomado o pagamento do estacionamento nas seguintes zonas de estacionamento tarifado (ao abrigo do n.º 3, do art.º 35.º da lei 75/2013, de 12 de setembro):
– ZET 1.1 – Avenida Marquês de Tomar;
– SUB ZET 2.1 – Alameda 1 de Março;
– SUB ZET 2.4 – Avenida General Norton de Matos, dos números de polícia 30,32,34, 34-A, 36, 38, 40 e 42;
– Terreiro de Dom Gualdim Pais e Ermida da Nossa Senhora da Conceição.

Por outro lado, e até indicação em contrário, irá manter-se a suspensão de cobrança das tarifas de estacionamento nas zonas:
– SUB ZET 1.2 – Avenida Dr. Cândido Madureira;
– SUB ZET 1.3 – Praceta Infante D. Henrique;
– SUB ZET 1.4 – Rua dos Arcos do número de polícia 40 ao 52-A e a totalidade dos lugares de estacionamento existentes, do lado esquerdo, no troço entre a rua Torres Pinheiro e a Travessa dos Arcos;
– SUB ZET 1.5 – Rua da Infantaria 15 dos números de polícia 9-A, 9-B, 9-C, 9-D, 10, 12 e 14;
– SUB ZET 1.6 – Travessa da Misericórdia, dos números de polícia 3, 5, 7 e 14.

PUB

Recorde-se que o município está a construir um novo parque de estacionamento junto à estação ferroviária, que será gratuito. Está previsto que já seja possível ali estacionar a partir do final do mês.

A nova bolsa de estacionamento, nascida para fazer face à necessidade de lugares naquela zona da cidade e de acesso ao centro histórico nomeadamente pelos constrangimentos causados obras na envolvente da Várzea Grande, terá um total de 335 lugares para viaturas ligeiras, em terreno adjacente à estação ferroviária, paralelo à Avenida António da Fonseca Simões por onde se fará a entrada e saída de veículos.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here