Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar: Cineclube exibe filmes alternativos durante este mês

O Cineclube de Tomar tem agendadas para este mês várias sessões de cinema alternativo.

- Publicidade -

O Cineteatro Paraíso exibe hoje, dia 8, “As Estações da Cruz”, de Dietrich Brüggemann. Neste filme, uma jovem rapariga, pertencente a uma família católica extremamente conservadora, decide fazer o percurso que Jesus Cristo fez pelas 14 Estações da Cruz em direcção ao Calvário. A sua intenção é conquistar o seu lugar no céu.

No dia 13 é a vez de “Gett: O Processo de Viviane Amsalem”, um filme de Ronit e Shlomi Elkabetz, que retrata o processo de divórcio numa sociedade conservadora e machista.

- Publicidade -

“Luz de Inverno”, de Ingmar Bergman, é exibido a 20 de outubro. Este filme segue o drama do Pastor de uma pequena igreja rural que atravessa uma grave crise de fé, encontrando consolo junto de uma professora não crente em Deus, mas a cujo amor resiste.

O Cineclube fecha o mês de outubro, a 27, com “O Preço da Fama”, de Xavier Beauvois. No filme, Eddy Ricaart é libertado da prisão e recebido por Osman Bricha, um grande amigo. Osman acolhe-o em sua casa e, em contrapartida, Eddy cuida da pequena Samira, a filha de Osman, enquanto a mulher está no hospital. Quando a morte de Charlie Chaplin é anunciada na televisão, Eddy encontra aí a solução para os problemas económicos de ambos: assaltar o cemitério onde Chaplin foi enterrado, roubar o caixão e pedir um resgate. Porém, nem tudo corre como o esperado…

As sessões têm início às 19 horas. O bilhete para sócios tem o preço de 1€ e para não sócios custa 3,50€. Para Cartão Jovem e maiores de 65 anos o ingresso vale 2€.

Tem 28 anos e um irmão gémeo. Há 10 anos que o jornalismo se lhe
entranhou na vida, no dia a dia. As artes e os espetáculos, os livros, o
cinema, o teatro e a dança são os seus maiores interesses. Conciliá-los
com o jornalismo é ser feliz a fazer aquilo de que se gosta.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome