Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | Cine-Teatro Paraíso já esgotou para o bailado “Lago dos Cisnes”

Quem planeava juntar-se aos bailarinos no “Lago dos Cisnes” tem de refazer os planos para o feriado do dia 1 de dezembro. O espetáculo da Russian Classical Ballet no palco do Cine-Teatro Paraíso já se encontra esgotado. Para compensar, damos-lhe a conhecer a história encomendada pelo Teatro Bolshoi ao compositor russo Tchaikovsky.

- Publicidade -

O espetáculo da Russian Classical Ballet agendado para dia 1 de dezembro traz a Tomar o bailado “Lago dos Cisnes” encomendado pelo Teatro Bolshoi ao compositor russo Tchaikovsky em 1876 e estreado no ano seguinte com o libreto de Vladimir Begitchev e Vasily Geltzer.

O sucesso apenas viria a surgir com a mestria do bailarino, professor e coreógrafo Marius Petipa, considerado por muitos como o pai do ballet clássico, que se junta no Cine-Teatro Paraíso ao toque da diretora do Russian Classical Ballet, Evgeniya Bespalova.

- Publicidade -

Tchaikovsky, Petipa e Evgeniya Bespalova são os três ingredientes de peso apresentados com a delicadeza dos passos de ballet que narram uma história em dois actos e quatro cenas e levaram a que o espetáculo da próxima quinta-feira tenha esgotado. O facto não invalida que contemos a história que envolve juras de amor, feitiços, lutas, tristeza e um final feliz.

Tudo começa no dia do baile de aniversário do príncipe Siegfried, a quem a mãe pede para escolher uma esposa no dia seguinte. No final da pomposa festa o príncipe decide perseguir um bando de cisnes até ao lago do bosque e entra no reino do mago Rothbart, que controla a princesa Odette e as suas damas com um feitiço que as torna em cisnes durante o dia e humanas durante a noite.

A maldição terminará com o amor sentido por Odette e é Siegfried quem irá quebrá-la. No entanto, Rothbart consegue enfeitiçar o príncipe que acaba por jurar amor a Odile, filha do mago e cisne negro. O consolo das damas de companhia de Odette revelam-se infrutíferos perante a tristeza da princesa de coração partido cuja alegria apenas regressa com o surgimento de Siegfried, solto do feitiço do mago.

O ansiado casamento não surge neste momento, mas apenas depois de Rothbart tentar matar Odette e perder os seus poderes quando Siegfried lhe corta as asas. Um final feliz a que apenas os mais sortudos terão oportunidade de assistir na plateia do Cine-Teatro Paraíso a partir das 17h30.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome