Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quinta-feira, Maio 13, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tomar | Ciclo de Exposições em Fotografia e Território na Casa dos Cubos

O CEFT – Centro de Estudos em Fotografia de Tomar, que resulta de uma parceria entre o Instituto Politécnico de Tomar (IPT) e o Município de Tomar, apresenta o Ciclo de Exposições em Fotografia e Território, na Casa dos Cubos, em Tomar, a partir de 17 de abril. Esta exposição, que fica patente a partir deste sábado e até 6 de junho, marca o arranque da programação cultural por terras templárias após o confinamento. Por ali passarão projetos de fotógrafos profissionais de renome, caso de João Mota da Costa e Rodrigo Cardoso, que marcam esta primeira temporada do ciclo com “PIN” e “Colosso”.

- Publicidade -

“Procurando aprofundar as ligações, e transmitir conhecimento à comunidade fotográfica e ao público em geral” o CEFT – Casa dos Cubos apresenta em 2021 um Ciclo de Exposições em Fotografia e Território, com programação de João Henriques, fotógrafo que nasceu em Tomar e com a qual mantém ligações, tendo também estudado no Mestrado em Fotografia do Instituto Politécnico de Tomar.

A primeira das exposições deste Ciclo em Fotografia e Território apresenta dois projetos, sendo “PIN”, de João Mota da Costa, uma abordagem fotográfica realizada no concelho de Óbidos, cujo ponto de partida foi o Decreto Lei que regulamenta os projetos PIN (Projecto de Interesse Nacional), através do qual se regulamenta e autoriza a construção em áreas de paisagem protegida da costa portuguesa.

- Publicidade -

Já “Colosso”, de Rodrigo Simões Cardoso, trata de um conjunto de imagens derivadas do interesse numa formação rochosa invulgar, algures na costa portuguesa.

Segundo o CEFT, “os dois projetos exploram zonas próximas de um dos grandes marcadores visuais da identidade paisagística portuguesa, a costa marítima, no de João Mota da Costa vincando-se a tensão entre o território, a ecologia e a preservação/ destruição e os interesses económicos; no caso do Rodrigo Cardoso, para analisar a paisagem através de uma fragmentação em diferentes escalas, de linhas e formas de uma anatomia peculiar, numa amplitude que se inscreve entre a busca da essência na, e da, natureza, e o traço na paisagem que o homem e o tempo nela vai inscrevendo”.

Casa dos Cubos, o Centro de Estudos em Fotografia (CEFT), em Tomar. Foto: DR

Recorde-se que o Centro de Estudos em Fotografia (CEFT) de Tomar iniciou, em novembro de 2020, o projeto Fotografia e Território através do lançamento do portal https://fotografiaeterritorio.ceft.pt/ , “que pretende ser uma referência para o arquivo de projetos com ligações ao território nacional, onde consta já um conjunto significativo de autores e trabalhos, que proporcionam um panorama diverso da fotografia portuguesa nessa temática”, pode ler-se.

Notas sobre os autores da primeira exposição do Ciclo:

João Mota da Costa – (1954). Exerce Medicina na especialidade de cirurgia de mão. Iniciou o seu percurso na Fotografia em 1969, exibindo e publicando com maior regularidade desde 2011. Estudou no Atelier de Lisboa, e terminou a Pós-Graduação em Discursos de Fotografia Contemporânea na Faculdade de Belas Artes de Lisboa.

Rodrigo Simões Cardoso – (1973, Lisboa). Fotógrafo, vive e trabalha em Lisboa. Completou o curso de fotografia do AR.CO em 1996, e o curso avançado de fotografia na escola MauMaus em 1997. Concluiu o curso de Projecto e Construção de um Livro orientado por António Júlio Duarte e David-Alexandre Guéniot no Atelier de Lisboa entre 2017 e 2019, e residência artística com Jem Southam na Serra do Açor em 2019.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome