- Publicidade -

Quinta-feira, Janeiro 20, 2022
- Publicidade -

Tomar | Chefe do Estado-Maior do Exército visitou Estabelecimento Prisional Militar

O General José Nunes da Fonseca, Chefe do Estado-Maior do Exército (CEME), esteve em Tomar na quarta-feira, dia 15 de dezembro, na habitual visita ao Estabelecimento Prisional Militar (EPM) para transmitir votos de Boas Festas aos militares em situação de reclusão, deixando-lhes também “palavras de conforto e esperança”.

- Publicidade -

Na ocasião, o Chefe do Estado-Maior do Exército efetuou visita ao Estabelecimento Prisional Militar, acompanhado pelo Vice-Chefe do Estado-Maior do Exército, Tenente-General Guerra Pereira, pelo Diretor de Serviços de Pessoal, Brigadeiro-General Bento Soares, e pelo Comandante do Estabelecimento Prisional Militar (EPM), Tenente-Coronel Rui Alvarinho.

Na visita, o Chefe do Estado-Maior do Exército assistiu ainda a uma apresentação, pelo Comandante do EPM, que deu conta das “atividades mais relevantes desenvolvidas pela unidade ao longo do ano de 2021, bem como os diversos investimentos realizados no âmbito da segurança, da promoção do ambiente, da igualdade e da segurança e saúde no trabalho”, refere o Exército em nota de imprensa.

Foto: Exército Português
- Publicidade -

O General CEME teve ainda oportunidade de contactar com os militares em situação de reclusão no EPM “tendo transmitido palavras de conforto e esperança, assim como os votos de Boas Festas”.

Já aos Oficiais, Sargentos, Praças e Funcionários Civis que servem no EPM, “destacou a importância do acompanhamento e trabalho desenvolvido na recuperação dos reclusos, referindo que apesar de este ser um período difícil, deve ser aproveitado para trabalhar uma posterior integração na sociedade”.

- Publicidade -

O General José Nunes da Fonseca aproveitou ainda para enaltecer “o modo como o EPM trabalha e transmite os valores e princípios da condição militar aos reclusos, com humanismo, respeito, rigor, camaradagem e coesão”.

Estabelecimento Prisional Militar de Tomar. Foto: Exército Português

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome